Mulher Viaja pelo Mundo de Patinete

A francesa Blandine Barthélemy sempre foi defensora  do meio ambiente mas aos 32 anos de idade ela radicalizou e decidiu largar sua vida para se aventurar pelo mundo de patinete.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ela já passou por 33 países nos mais de dois anos de aventura pelo mundo.

A ideia surgiu depois que ela conheceu o jeito Finlândes sustentável de se viver. Juntando a vontade de conhecer o mundo com o propósito pessoal de usar maneiras alternativas e baratas para  viajar o mundo, ela dediciu viajar de maneira totalmente sustentável, usando um patinete motorizado e barraca para dormir.

patinete

Em seu site ela diz que o combustível desta aventura épica são “as lições da estrada e do deserto, das pessoas conhecidas, as paisagens contempladas e os territórios explorados, das culturas e da solidão ”, afirma Blandine.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ela criou um projeto beneficente chamado de “La Trottineuse” e hoje se mantem através de doações de pessoas que simpatizam com a sua causa.

Atualmente ela esta na Ásia, no Quirguistão.

 

Fotos: La Trottineuse

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM










Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,811,797SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Que tal transformar seu óleo de cozinha usado em biocombustível?

Agora existe algo melhor que você pode fazer com o óleo usado de cozinha em vez de reciclá-lo ou ainda jogá-lo pelo ralo. A...

17 fotografias mágicas mostrando o florescimento das cerejeiras no Japão

O florescimento das cerejeiras – símbolo do país – é sem dúvida uma das mais deslumbrantes maravilhas da natureza.

Chinelos velhos viram brinquedos na África e já tiraram mais de 400 toneladas de lixo do Oceano

Com sede em Nairóbi, capital do Quênia, o negócio reaproveita sandálias velhas e outras peças de borracha encontradas nas praias do país.

Após ficar paraplégica, jovem cria empresa que destina lucro a projetos sociais e encontra seu propósito de vida

“Eu acredito que nada na vida é por acaso”. A frase é da brasiliense Isabela Fialho, que ficou sem andar por quatro anos devido...

Instagram

Mulher Viaja pelo Mundo de Patinete 1