Mulher vítima de violência doméstica assume o cargo do marido agressor, na Argentina

Durante muitos anos, Valéria Juárez sofreu abuso do ex-marido. Essa mulher ficou com muitos traumas físicos e psicológicos, mas conseguiu dar a volta por cima.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Valéria venceu na justiça um processo contra seu agressor e ainda foi convidada a ocupar o cargo que era dele, em um órgão público, na Argentina.

Mulher ganha cargo de seu agressor
Foto: reprodução La Nacion

Fernanda tem 19 anos, uma filha pequena e descobriu um câncer raro. Vamos ajudá-la a custear seu tratamento? Contribua para essa vaquinha!

Primeiras agressões

O primeiro episódio de agressão aconteceu em um supermercado, quando Valéria estava grávida. Ela demorou mais de uma hora para fazer as compras e o marido se irritou bastante.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Nesse dia, o ex-marido de Valéria apenas cometeu agressão verbal, mas logo veio a violência física.

O homem também cometia diversas violências psicológicas, como a restringir acesso dentro da própria casa.

Sinceramente o que a gente vivencia é indescritível, você não sente nada, com autoestima no chão, por isso é importante esse tipo de portaria, que dá ferramentas para seguir, que dá direitos, que nos empodera, porque sempre tratam de total a impunidade e grande parte da polícia ou dos juízes não nos tornam visíveis, até que morramos”, diz Valéria.

Mulher ganha cargo de seu agressor
Foto: reprodução La Nacion

Ela entrou com diversos processos contra o ex-marido

Valéria contou com o apoio da Corrente de Classe Combativa (CCC) da Associação dos Trabalhadores do Estado (ATE) para iniciar uma luta jurídica contra o ex-marido.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ela o processou por assédio e ainda pediu um teste de DNA da última filha. Mesmo tendo resultado positivo, o homem ainda não aceitou assumir a criança.

O resultado do processo de Valéria foi mais que favorável para ela. Além de ser indenizada por todos os abusos que sofreu, o cargo público do ex-marido ainda foi colocado à sua disposição. Essa foi uma decisão história e única no país.

Eu ainda tenho dificuldade em acreditar no que estou experimentando. Ter um emprego e ele estar na prisão é um contexto inimaginável para mim, depois da provação que me fez viver e da qual pensei que nunca mais sairia”, comentou Valéria

Mulher ganha cargo de seu agressor

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Foi avanço importante para a Argentina e para todo o mundo! Que haja mais justiça em casos de violência doméstica, como a de Valéria e tantas outras mulheres que sofrem.

[Nota da Redação]

A Água Camelo é uma mochila que fornece água limpa para famílias de baixa renda! Com o apoio de Cielo, ampliará ainda mais esse impacto, olha só:

Fonte: Upsocl

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,444,158SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Vovó cadeirante constrói rampas de Lego e leva acessibilidade a comércios na Alemanha

Cansada da falta de acessibilidade dos estabelecimentos que frequenta, a alemã Rita Ebel, 62 anos, desenvolveu uma criativa e colorida solução para seu problema:...

Homem que tirou turbante para ajudar criança recebe surpresa de desconhecidos

Há um tempo atrás contamos aqui a emocionante história de Harman Singh, um jovem de 22 anos que, para salvar o pequeno Daejon Pahia, de 5 anos,...

Autora da saga ‘Harry Potter’ dá resposta perfeita para fã que questionou a sexualidade de Dumbledore

Semana passada, a autora da saga ‘Harry Potter’, JK Rowling, usou sua conta no Twitter para responder uma fã que questionou a sexualidade de...

Cachorro acalma jovem autista que se debatia durante ataque de pânico

Para a jovem australiana Hayley Martin, seu cão Marley é muito mais do que apenas um animal de estimação. É um membro vital da...

Starbucks inaugura primeira loja com atendimento em língua de sinais no Japão

É sempre bom enaltecer as empresas que estão engajadas na representatividade e inclusão de todas as pessoas. Dessa vez, foi a Starbucks que nos encheu...

Instagram