Mulheres que viveram momentos difíceis ganham festa para celebrar amor próprio

Mulheres que passaram por momentos difíceis e chegaram até a pensar em suicídio ganharam uma festa especial em Belo Horizonte (MG).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A celebração de amor próprio contou com vestidos de gala, cabelo e maquiagem caprichosamente feitos para elas.

“A ideia surgiu quando perdemos uma colega para o suicídio (ela tinha depressão). Além disso, tive uma amiga que quase fez o mesmo. Ela passou quase um mês se desintoxicando dos remédios que tomou”, disse Gislaine Lima, uma das organizadoras do evento.

Mulheres ganham festa para celebrar amor próprio

“Eu chorei muito com o acontecido, fiquei muito magoada, porque a gente sente [por eles], somos seres humanos. Daí decidimos fazer a Festa do Amor Próprio“, complementou.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O momento de confraternização é o ponto alto de felicidade após muito tempo de sofrimento. Cerca de 50 mulheres, que tem a superação como fator comum, participaram da celebração.

Mulheres ganham festa para celebrar amor próprio

“A maioria [passou por dificuldades] devido a términos complicados de relacionamentos. A partir daí a depressão ‘pegou forte’. Algumas mulheres sofreram violência doméstica, outras abuso sexual, [trauma] que carrega desde a infância, outras problemas profissionais”, relata Gislaine.

Como cada história de vida é única, sempre vale a pena reforçar o conceito de amor próprio. Por isso, essas mulheres tiveram palestras sobre o assunto.

Mulheres ganham festa para celebrar amor próprio

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“As vezes estamos buscando amor próprio no outro e esquecemos que ele está o tempo inteiro dentro de nós”, diz Ellen Silvério, que trabalha como coach. “[…] Precisamos trabalhar o nosso autoconhecimento, a nossa beleza interior”, complementa.

Mulheres ganham festa para celebrar amor próprio

Entretanto, em meio à pressão da sociedade, se amar tem sido algo extremamente difícil para muitas pessoas, como um dia foi para a Esther.

“Eu comecei a ter uma série de problemas difíceis em casa, por 9 anos, e não aguentava mais. Não queria mais nada. Não queria viver”, diz a jovem, que frequentemente se automutilava com um estilete.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mulheres ganham festa para celebrar amor próprio

Quando a mãe de Esther descobriu, encaminhou-a para uma psicóloga e um psiquiatra, que a medicaram devidamente e passaram a acompanhá-la semanalmente. “Hoje, me sinto ótima e feliz”, afirma.

A depressão é uma doença e requer tratamento médico, mas uma palavra amiga é sempre bem-vinda: saber com quem podemos contar deixa a caminhada até a cura comprovadamente mais leve e abre espaço para pensamentos e práticas mais positivas, permitindo que o amor próprio floresça.

[Nota da Redação]

A cada bebê que traz ao mundo, o médico Calixto Hueb presenteia a mãe com uma arvorezinha para que a criança cresça com ela. É um primeiro presente à família do recém-nascido e também uma contribuição valiosa do médico para a preservação do meio ambiente. Vem conhecer mais essa história, dá play no vídeo abaixo:

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: R7/Fotos: Reprodução/Balanço Geral MG

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,855,215SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Vovó confunde música da Alexa com “chamado para o além” e acha que vai morrer

Uma thread no Twitter tem divertido muita gente essa semana. E o motivo é o um post da jornalista Giulia Staar Ghinone, que contou...

Desconhecido doa boneco Woody para menino autista que perdeu o dele em SP

Além do Woody, Deni deu seu Buzz Lightyear para Nathan.

Para apoiar filho autista, pai entra na faculdade com ele e os dois se formam em Direito! (ES)

Família é família, não é mesmo? Quando se deu conta de que o sonho do filho Lucas era ser advogado, o técnico industrial Luís...

Menina acha bilhete de loteria e usa dinheiro para alimentar moradores em situação de rua

Ela encontrou o bilhete premiado no chão de um supermercado, enquanto fazia compras com a mãe.

Menino de 5 anos sonha em ser gari e ganha uma festa surpresa maravilhosa

Se tudo der certo, o sonho de Eduardo de Campos, 5 anos, é ser coletor de lixo! O pequeno mora no bairro de Tatuquara, um dos...

Instagram