Na França, empresas pagam recompensa para quem for trabalhar de bike

Não dá mais para negar a crescente importância de bicicleta como meio de transporte urbano. E, ao contrário do que muitos podem falar, esse não é apenas um movimento europeu, no Brasil as magrelas ganham cada vez mais adeptos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Pensando não só em valorizar quem já aderiu essa forma mais consciente de locomoção, mas também em incentivar que mais pessoas façam o mesmo, algumas empresas na França começaram a recomepnsar seus funcionários por isso.

Ou seja, se você escolher trabalhar de bicicleta, no final do mês você vai seré pago por isso. A ideia é remunerar os funcionários em 0,25 centavos de euro (cerca de R$ 0,77) para cada quilômetro rodado de bicicleta no trajeto entre a casa e o trabalho.

O objetivo da iniciativa é aumentar em 50% o uso da bicicleta pelos funcionários das empresas e, caso haja bons resultados, há planos de expansão.

Ainda em fase de teste, o programa terá inicialmente seis meses de duração e foi adotado por 20 empresas, que empregam cerca de 10 mil pessoas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

size_810_16_9_bike-money

Gostaria de ver isso replicado no Brasil?

Foto: Federação Europeia de Ciclismo

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,241,492SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

“A música salvou minha vida, quero devolver o que recebi”, diz professor voluntário de música

Quando Acácio começou a tocar, aos 10 anos de idade, jamais poderia imaginar que a música ia mudar a tocada da sua vida. Hoje,...

Supermercado na Nova Zelândia retira plástico de frutas e verduras e vendas sobem 300%

Como parte da iniciativa "Food In The Nude" (Comida Nua) que noticiamos no mês passado, alguns supermercados da rede neozelandesa New World abandonaram o...

Pesquisa revela os impactos afetivos e sociais das tecnologias digitais no comportamento dos jovens

Pesquisa Juventudes e Conexões levantou pontos positivos e negativos que jovens entre 15 e 29 anos, das cinco regiões do país, sentem sobre a influência da tecnologia nas suas vidas.

ONG faz campanha para salvar milhares de animais silvestres, vítimas de incêndios no Pantanal

O Pantanal está queimando: o incêndio já consumiu 820 mil hectares! O cenário é o pior nos últimos 22 anos. São milhares de animais silvestres...

Estudante de 14 anos junta 6 mil livros para criar biblioteca na zona rural de MT

Nunca é cedo demais para fazer diferença na vida das pessoas!

Instagram