Nadador se recusa a competir após comitê negar minuto de silêncio por atentado em Barcelona

Um minuto de silencio pelas vítimas do atentado em Barcelona causaria grandes transtornos no Campeonato Mundial Masters de Esportes Aquáticos, vejam só. A competição aconteceu em Budapeste, na Hungria, até o último dia 20.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO


Ouça essa história! Clique no play acima!

O comitê organizador se negou a prestar uma homenagem simbólica às vítimas do atentado terrorista e às suas família e amigos. Em sinal de protesto contra a falta de sensibilidade do comitê, o nadador Fernando Álvarez se recusou a cair na piscina com os outros atletas.

Fair play: Atleta se nega a vencer após líder parar antes da chegada

Álvarez disse ao HuffPost Itália que o comitê informou que não podia perder o minuto de silêncio. O nadador espanhol, de 71 anos de idade, decidiu fazer a homenagem sozinho, durante a prova dos 200 m peito, na categoria entre 70 e 74 anos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Algumas coisas valem mais que uma medalha de ouro.”

Sua atitude recebeu muitos elogios nas redes sociais. “#FernandoAlvarez seu nobre protesto”, escreveu a Eurosport IT no Twitter. “Fernando Alvarez, no Mundial Masters de Budapeste tem negado o minuto de silêncio em memória das vítimas de #Barcelona e faz isso”, diz outro tweet.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Sobre o atentado

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Para quem não está por dentro, o que é bem pouco provável, o atentado foi uma ação do Estado Islâmico, segundo o próprio grupo extremista. Aconteceu na quinta-feira (17), por volta das 17h (horário local). Uma van branca atropelou dezenas de pedestres em Las Ramblas. Cerca de 13 pessoas morreram no atropelamento. Um dia depois, centenas de pessoas fizeram um minuto de silêncio na Praça da Catalunha.

[Nota da Redação]

Acreditamos que a tecnologia pode proporcionar momentos inesquecíveis, como a realização de assistir uma apresentação de balé ou viajar para a Espanha, tudo isso é possível através da realidade virtual. Assista a experiência que levamos a uma casa de repouso de São Paulo:

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,844,630SeguidoresSeguir
24,854SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Policiais que ajudaram homem preso elogiam cuidado dele com o filho

Um dia depois de agentes e delegados fazerem uma vaquinha para ajudar um homem preso por furtar um pedaço de carne, o clima era...

Sobre a transitoriedade dos dias

Monges budistas fazem enormes mandalas nas ruas com areia colorida. Eles desenham por horas, às vezes dias e depois, passam uma enorme vassoura de...

Prefeitura de BH auxilia portadores de sofrimento mental a ingressar no mercado de trabalho

Por mais oportunidades de emprego para pessoas estigmatizadas pela sociedade como incapazes e improdutivas.

Menino de 10 anos cria museu em homenagem a Luiz Gonzaga

Aos 8 anos, em 2013, Pedro Lucas Feitosa visitou o Museu do Gonzagão, em Exu (PE). A experiência foi tão única que ele resolver criar seu...

Projeto ‘Eu, gorda’ empodera o corpo gordo feminino

‘Eu, gorda’, da fotógrafa Milena Paulina, traz representatividade para o corpo gordo feminino.

Instagram

Nadador se recusa a competir após comitê negar minuto de silêncio por atentado em Barcelona 2