Não que o mundo esteja pior, nós que não sabemos das coisas boas que acontecem

No palco do TED, Peter Diamandis, fundador da X Prize Foundation, defende o otimismo – que nós inventemos, inovemos e criemos meios de resolver os desafios que pairam sobre nós. “Não estou dizendo que não temos problemas; certamente os temos. Mas no final, nós acabaremos com eles”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ele prova que o fato de darmos mais atenção às notícias ruins é uma forma de defesa do nosso cérebro, que tenta se prevenir e precaver de possíveis problemas, e que sim, existem muitas Razões Para Acreditar em um mundo melhor, e que realmente temos motivos para sermos otimistas, olhem só:

Não que o mundo esteja pior, nós que não sabemos das coisas boas que acontecem 3Não que o mundo esteja pior, nós que não sabemos das coisas boas que acontecem 4Não que o mundo esteja pior, nós que não sabemos das coisas boas que acontecem 5Não que o mundo esteja pior, nós que não sabemos das coisas boas que acontecem 6

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,829,971SeguidoresSeguir
24,609SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Estudo canadense revela que árvores conseguem se comunicar

Um grupo de pesquisadores da área de ecologia da Universidade da Colúmbia Britânica, no Canadá, revelou que as árvores conseguem se comunicar, assim como...

Aprenda Photoshop e Illustrator e ainda ajude uma casa de idosos em SP

Sabe aquelas pequenas coisas do dia a dia que você tem que pedir para o amigo designer te ajudar a fazer? Pois é, nosso...

Homem já adotou mais de 100 crianças que seriam abortadas

O vietnamita Tong Phuoc Phuc é mais um exemplo maravilhoso de heróis da vida real! Se não fosse por ele, mais de cem crianças...

Menina com lábio leporino vê-se ao espelho pela primeira vez depois da operação

Esta menina chama-se Thalita e sofria de uma má formação no lábio chamada de "lábio leporino", que é uma abertura na região do lábio...

Menina que nasceu sem as mãos ganha concurso de caligrafia

A pequena Anaya Ellick, de apenas sete anos, que nasceu sem as mãos, venceu com todos os méritos uma competição de caligrafia, nos Estados...

Instagram

Não que o mundo esteja pior, nós que não sabemos das coisas boas que acontecem 8