Ex-presidiário cria empresa de passeios turísticos de bicicleta em todo o país

A CRIA Conexões já atendeu mais de 7 mil pessoas em todo o país.


Ex-presidiário cria empresa de passeios turísticos de bicicleta em todo o país 1
PUBLICIDADE ANUNCIE

Para empreender, acrescente paciência e perseverança a uma receita que não tem ingredientes mágicos. Essa é a recomendação de Fagner Saturno, que superou e transformou as adversidades da vida. Ele desenvolveu o projeto CRIA Conexões, que organiza passeios turísticos de bicicleta em parceria com agência de turismo do país.

Ao todo, a empresa já atendeu mais de 7 mil pessoas de diferentes classes sociais. Para os próximos anos, Fagner quer impactar ainda mais. Os planos são focar em serviços de baixo custo para moradores de áreas periféricas oferecendo viagens com rotas menores para a prática de lazer sobre duas rodas.

Os roteiros oferecidos pelo instituto são classificados como iniciante, intermediário e avançado. O cliente escolhe o nível referente ao trecho que deseja percorrer de bicicleta durante o passeio histórico. Muitas cidades e estados já foram visitados e atendidos pelo CRIA Conexões, como São Luiz do Paraitinga e Pedra Bela (São Paulo), entre outras nos estados do Paraná, Rio de Janeiro, Bahia, Santa Catarina, Goiás, Alagoas e no sertão de Pernambuco.

Como tudo começou

Fagner conta que o projeto CRIA Conexões nasceu quando se conectou ao segmento de turismo, mudando o rumo de sua vida. “Tive dificuldades de arrumar um emprego fixo por ser egresso do sistema prisional. Qualquer possibilidade de contratação se distanciava cada vez mais”, revela.

ex-presidiário bicicleta empresa passeios turísticos

Ele teve de mudar de cidade como uma alternativa para recomeçar. Em Paraty, no Rio de Janeiro, conseguiu um trabalho em um restaurante como garçom. “Com o passar do tempo, me aproximei dos guias de turismo locais e aprendi muito sobre o setor. Nesse momento, comecei a pesquisar um curso na área, cheguei a uma unidade do Senac e realizei um sonho”.

Leia também: Empresário contrata pessoas baseado na vontade de trabalhar e não no currículo

De volta à capital paulista, ele se matriculou no curso Técnico em Guia de Turismo, no Senac Aclimação. Para economizar gastos com transporte, o ex-aluno fazia o percurso de bicicleta, da zona sul até o bairro da Aclimação. Nessas idas e vindas nasceu o espírito empreendedor. Sem perceber, já tinha algo que trilharia seu rumo.

Na sala de aula, Fagner foi incentivado a desenvolver soluções para situações reais por meio do Projeto Integrador, metodologia de ensino interdisciplinar do Senac. Em 2013, com um grupo de colegas, ele montou o CRIA Sampa, uma agência de turismo fictícia para proporcionar lazer e conhecimento por meio de passeios de bicicleta pelos bairros da Aclimação e do Cambuci, na capital paulista.

PUBLICIDADE ANUNCIE

ex-presidiário bicicleta empresa passeios turísticos

A ideia foi indicada para o Ecoeficiência, ação interna da instituição para difundir de práticas sustentáveis, como a de Fagner. “A equipe do Senac foi a primeira a participar do projeto piloto. Conhecemos o bairro por meio de um passeio ecológico e nos aproximamos da comunidade do entorno”, afirma Elaine Gomes, docente da área de comunicação e artes e que ministrou algumas aulas do curso frequentado por Fagner.

Nas aulas, o grupo estruturou a parte visual do empreendimento e como apresentar o novo serviço ao público. Em 2014, após finalizar o curso, Fagner retomou o projeto e transformou-o na empresa CRIA Conexões Cicloturismo. “As aulas do Senac foram um divisor de água em minha vida”, diz ele.

Exemplo para a sociedade

A história de superação e empreendedorismo de Fagner tem sido apresentada por ele em palestras para outros alunos do Senac. Além disso, com o objetivo de dar oportunidade aos jovens em situação de vulnerabilidade social e direcionar egressos do sistema prisional a novas oportunidades na vida ele criou um o Instituto CRIA Conexões unificando a agência e o trabalho social, por meio do qual oferece cursos de qualificação profissional: básico em mecânica de bicicleta, empreendedorismo e condução em cicloturismo para iniciantes. Todos são gratuitos e acessíveis para quem tem a partir de 17 anos, além de mais 8 projetos com cunho social desenvolvidos nas periferias.

ex-presidiário bicicleta empresa passeios turísticos

“As atitudes empreendedoras que Fagner aprendeu em sala de aula estão na missão do Instituto, como valorização da origem da pessoa e confiança no poder de transformação do outro por meio do conhecimento”, diz Elaine.

Programa Ecoeficiência

Criado em 2002, o Programa Ecoeficiência é uma iniciativa do Senac, presente em toda a rede, com o objetivo de evidenciar a importância da preservação ambiental por meio de atividades de educação ambiental e sustentabilidade.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

crédito das imagens: Fagner Saturno/Arquivo Pessoal

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar