Neto convida avó com Alzheimer para ser daminha do seu casamento

A dona Cida foi daminha de honra do casamento do seu neto, Marcelo, que é médico e de quem se lembra bastante, apesar da perda de memória causada pelo Alzheimer.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Marcelo e a noiva, Carla, se casaram no final de 2017, na igreja Nossa Senhora da Saúde, em São Paulo. Ao Razões para Acreditar, Marcelo revelou que o convite para avó ser daminha de honra foi uma forma singela de fazê-la se sentir especial e também para guardar uma recordação gostosa da dona Cida.

Leia também: Inteligência artificial já consegue identificar Alzheimer até seis anos antes do diagnóstico

“Foi uma grande honra ver minha avó de 90 anos levando as alianças com a minha prima. Geralmente pessoas que têm demência lembram de coisas que geram grande impacto emocional, um sentimento forte. Como ela não vinha lembrando de quase nada eu pensei que aquele dia poderia marcar a vida dela agora no presente”, conta Marcelo.

neto convida avó alzheimer daminha casamento
Dona Cida e Renata

Cida entrou na cerimônia acompanhada pela neta, Renata, surpreendendo os 300 convidados, que esperavam ver uma criança carregando as alianças. Cida estava radiante, achando tudo muito lindo, enquanto Renata tentava, sem sucesso, controlar a emoção.

“Ela não estava entendo muito bem, mas reconhecia pessoas que eram da família dela. Estava feliz e contente. Quando a gente entrou de mãos dadas eu falei ‘vó, tá chegando a hora’, e o meu olho já cheio de lágrima. Aí eu falei ‘é o Marcelo que está casando, seu neto, médico’”, lembra Renata.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

neto convida avó alzheimer daminha casamento

“Aí na hora que ela viu o Marcelo ela falou assim ‘nossa, eu conheço ele desde pequeno’. Na verdade, ela não lembra que conhece o Marcelo desde pequeno. A gente que chama muito ela de vó pra ela lembrar o que somos dela.”

As duas acompanharam a cerimônia no primeiro banco do lado direito da Igreja. A dona Cida estava completamente encantada com os detalhes da decoração. Ela não lembrava da noiva, mas olhou para Renata e disse ‘nossa, que noiva linda, eu não conhecia ela’. Marcelo e Carla estavam juntos há 17 anos.

neto convida avó alzheimer daminha casamento

“Mas foi bonitinho o encantamento dela. Tinha uma madrinha com um vestido todo rosa, de paetê, e ela ficou toda encantada com o vestido. E teve uma hora que eu fui testemunha do casamento. Então, eu falei ‘vó, só eu que vou lá, você fica aqui’. Eu estava morrendo de medo da reação dela. Mas ela estava tão encantada com as plantinhas, de ver o neto dela…”

Leia também: Casal se pede em casamento ao mesmo tempo sem combinar

neto convida avó alzheimer daminha casamento

Marcelo também vai guardar pra sempre a imagem da avó entrando na Igreja como daminha: “Depois que ela for embora vai ser muito gostoso imaginar como foi o dia. Passou um filme na minha cabeça, de como foi a infância e de como seu gosto dela”.

Como médico, Marcelo acredita que a cerimônia e a festa do casamento fizeram bem à saúde mental da avó: “Na cerimônia e depois na festa ela estava sendo minha avó. Mesmo que ela não se lembre hoje, eu tenho certeza que ela se emocionou e estava gostando muito. Acho que são esses pequenos momentos que têm feito ela ficar viva”.

*Não publicamos fotos do Marcelo e da Carla a pedido do próprio casal.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

neto convida avó alzheimer daminha casamento

crédito das fotos: Arquivo da família

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

987,629FãsCurtir
1,763,473SeguidoresSeguir
8,641SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem cria escola de lona para alunos carentes em Tocantins e internautas criam vaquinha

Com alguns tecidos, plásticos e madeiras que encontra no lixão, jovem construiu a sua escolinha de reforço. Mas quando chove, ele perde tudo.

Pitbull resgatado de “rinha” não para de sorrir no novo lar

Publicamos no final do ano passado o resgate de 33 pitbulls de uma “rinha” em Itu (SP). O estado dos cães era muito triste. Hoje,...

Menino vende desenhos no portão de casa para ajudar a família e comprar telas

Kayque coloca seus desenhos à venda no portão de casa por R$1,50 para conseguir dinheiro para as telas e para ajudar a família.

Cadeirante que faz entregas em SP sonha ter cadeira motorizada e internautas criam vaquinha

Conheçam o Luciano Oliveira, 44 anos, cadeirante que ficou conhecido por trabalhar como entregador de comida por aplicativo.

Ortobom doa 500 colchões para vítimas de chuva em Raposos (MG)

A Região Metropolitana de Belo Horizonte foi a mais afetada pelas fortes chuvas que caíram em Minas Gerais nas últimas semanas. Um exemplo é...

Instagram