Com apoio de NIVEA, ONG leva água potável, produtos de higiene e alimentos a famílias do sertão nordestino

Dona das marcas NIVEA e Eucerin, a Beiersdorf implementou um programa global de auxílio de 50 milhões de euros que apoia ações que promovem o desenvolvimento sustentável a regiões em situação de vulnerabilidade social ao redor do planeta.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Presidente da BDF NIVEA no Brasil, Christian Götz comenta: “o objetivo do programa é oferecer apoio de médio e longo prazo a grupos vulneráveis que precisam de proteção especial, minimizando as consequências socioeconômicas que já existiam antes da Covid-19 e que foram intensificadas. Nossa contribuição deve ir muito além do nosso negócio de cuidados com a pele: nós cuidamos das pessoas”.

Impactos positivos já são visíveis no sertão nordestino

No Brasil, a ONG Amigos do Bem, responsável por projetos sociais no sertão do Ceará, de Alagoas e Pernambuco, foi uma das instituições escolhidas pela NIVEA para receber ajuda.

Em parceria com a United Way Worldwide (UWW), maior organização privada sem fins lucrativos do mundo, o projeto realizou um mapeamento das necessidades mais críticas da região de atuação do instituto e vai atuar nas deficiências de infraestrutura locais, dificuldades de acesso à água pela população, higiene, alimentação de qualidade para as famílias e acesso à saúde dos moradores.

Foto: divulgação

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Iniciada em março de 2020, a parceria com a ONG Amigos do Bem já impactou mais de 62 mil pessoas. Ao todo, 20 mil famílias receberam 190 mil itens de higiene e cuidados pessoais. E ainda: mais de 7,4 mil cestas básicas foram distribuídas para 37 mil pessoas.

Além disso, já iniciou também a distribuição de água para os povoados atendidos pela instituição, por meio de uma rede que a distribui via caminhão pipa.

Foto: divulgação

Serão aproximadamente 15 milhões de litros de água por ano, o que vai impactar positivamente a rotina de mais de 40 mil pessoas. Mas o acesso à água não para por aí. A Beiersdorf e UWW irão viabilizar a construção de quatro poços artesianos movidos à energia solar, além de converter para energia solar outros quatro, já existentes, produzindo mais 256 milhões de litros de água ao ano.

Ao melhorar o acesso à água, essas iniciativas visam transformar a vida das comunidades, deixando um legado para os próximos anos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Foto: divulgação

Também está entre as metas oferecer atendimentos de telemedicina para mais de 18 mil pessoas em 42 povoados do sertão e treinamentos de habilidades socioemocionais para as famílias atendidas. A ação vai exigir o treinamento de mais de 136 agentes locais, além da atuação voluntária de 250 profissionais da área da saúde.

A parceria com a ONG Amigos do Bem para a viabilização destas ações já está fechada até 2022.

Foto: divulgação

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Empoderamento feminino com a Plan International

Paralelamente, o Programa de Ajuda Global da Beiersdorf iniciou uma parceria com a Plan International, uma das maiores organizações humanitárias do mundo voltada à promoção dos direitos da criança.

O objetivo da colaboração é promover o empoderamento de garotas e mulheres bem como ajudar crianças, jovens e famílias a exercerem seus direitos à educação e proteção contra a violência sexual e de gênero.

As ações conjuntas estão concentradas no Brasil, Colômbia e Equador, países que sofrem com o alto número de adolescentes, mulheres e refugiadas – alvos de violência sexual, abuso e discriminação – e que cresceu com a pandemia. De acordo com dados da UNESCO, em 2020 aproximadamente 767 milhões de meninas foram forçadas a abandonar a escola devido ao surto.

Com duração até 2022, o projeto prevê capacitar e proteger esses grupos para que sejam vistos, ouvidos e valorizados e conquistem direitos iguais. As ações no Brasil incluem programas de mentoria, subsídio financeiro, workshops sobre violência sexual, aulas de línguas para refugiados, entre outras atividades.

Ações realizadas pela Beiersdorf em 2020

  • Doação de álcool em gel: produção de mais de 1 milhão de unidades para doação a hospitais públicos e escolas de Medicina, centros de idosos e famílias em situação de vulnerabilidade social.
  • Doações de colaboradores: as organizações Médicos Sem Fronteiras e UNICEF foram escolhidas pelos colaboradores da companhia para receberem apoio financeiro. A Beiersdorf dobrou o valor doado pelos colaboradores para as duas ONGs, arrecadando globalmente 147 mil euros.
  • Doação de produtos: a NIVEA preparou uma edição especial do NIVEA Creme para doar a profissionais de saúde que estão na linha de frente do combate ao novo coronavírus. No Brasil, foram distribuídas mais de 400 mil latinhas para vários estados com a frase Thank you! (Obrigado!). Mais de 4,5 milhões de latinhas foram doadas desde o início da pandemia, em todo o mundo.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,429,587SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Como luzes de Natal ajudaram guerrilheiros a abaixarem as armas

"Durante minha vida, nunca vivi um dia de paz no meu país." diz Jose Miguel Sokoloff, um executivo de publicidade, em sua impactante palestra...

Motoqueiro ‘flagrado’ cuidando de moradora de rua comprará moto nova com ajuda de vaquinha

"Só tive a preocupação de dobrar a manta para ficar mais quente para ela".

Moradores de SP se únem para criar miniflorestas públicas na cidade

As mudas plantadas foram patrocinadas pelos próprios moradores da região, que colocaram a mão na massa (ou melhor, na terra) para fazer a iniciativa acontecer – com a supervisão de Cardim. Agora, a empresa Farah Service será parceira da comunidade na manutenção da minifloresta.

Após velar mãe sozinho, homem posta desabafo na internet e sensibiliza internautas

No domingo (11), um senhor publicou um desabafo no Twitter demonstrando sua frustração e tristeza em velar o corpo da mãe falecida sozinho, sem...

Morador de rua de BH vence o crack com a ajuda da literatura e já tem dois livros publicados

O mineiro Roberto Nascimento, de Governador Valadares, encontrou na literatura a porta de saída do vício no crack. “De morador de rua a poeta”....

Instagram