No mês do folclore, iniciativa divulga na web projetos inspirados na cultura popular brasileira

Agosto é conhecido internacionalmente como o mês do folclore. Afinal, foi em 22 de agosto de 1846 que o termo foi cunhado pelo britânico William John Thoms. E se no Brasil, a data é motivo para celebrar a cultura popular em festas, apresentações, brincadeiras e aulas especiais, uma iniciativa propõe uma comemoração especial também no âmbito on-line. Trata-se do evento FolcloreBR: Somando visões.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Organizado pelo ilustrador carioca Anderson Awvas, o projeto busca reunir, em um esforço de divulgação coletiva durante todo o mês de agosto, dezenas de projetos que se inspiraram na cultura popular.

“O objetivo é mostrar toda a riqueza de nosso folclore, e como ele nos inspira a produzir trabalhos contemporâneos e que dizem muito sobre o nosso tempo”, explica.

Os projetos se apresentam nos mais variados gêneros e formatos, de peças infantis à musicais; de HQs de terror a ensaios de nu artístico; de projetos de games de ação à collabs de ilustradores. Tudo tendo o folclore como fundo comum.

O grande esforço de divulgação vai se concentrar na semana do folclore, que compreende dos dias 16 a 22 de agosto. A proposta, neste período, é que aconteçam diversas atividades especiais, como sorteios, bate-papos ao vivo, debates e entrevistas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Para abrir o evento, já no dia 31 de julho, será realizada uma live no YouTube contando com Awvas, o jornalista e pesquisador de folclore Andriolli Costa – responsável pela página O Colecionador de Sacis, e o concept artist Mikael Quites, que tem se debruçado no estudo e representação dos mitos brasileiros em seu portfólio. O tema da conversa será É tudo folclore, que buscará responder a preconceitos e visões estereotipadas sobre o tema, além de explicar mais detalhes sobre o evento de agosto.

Quem é Anderson Awvas

Anderson Awvas, 30 anos, é bacharel em design e atua como ilustrador em trabalhos com histórias em quadrinhos e storyboard. Sua relação com obras de inspiração folclórica já tem uma trajetória consolidada. A página que coordena, a FolcloreBR, existe desde 2013 em um esforço de lançar olhares diferenciados para os nossos mitos. Num primeiro momento, ele investiu em interpretações monstruosas para sacis, botos e curupiras. Hoje, a página faz sucesso graças a uma série de pôsteres reimaginando mitos como desenhos animados. Assim, surgiram Procurando Sacy, A pequena Yara, entre outras. Este projeto tem sido matéria de jornal e diversos portais.

Serviço

Você pode acompanhar o evento FolcloreBR: Somando visões pela página do Facebook e pelo canal do YouTube.

Será uma ótima oportunidade para conhecer novos trabalhos, obras e interpretações, que podem inspirar novas histórias, brincadeiras ou projetos pessoais. Vale ficar atento.

Fotos: Divulgação

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

987,588FãsCurtir
1,763,299SeguidoresSeguir
8,638SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Fotos de abelhas cansadas dormindo de “bumbum pra cima” dentro de flores viralizam

Uma série de fotos de abelhas tirando um cochilo dentro de flores com o bumbum cheio de pólen está fazendo o maior sucesso na...

No Pará, há mais de 40 anos existe um bloquinho infantil que homenageia os animais da Amazônia

Cada vez mais os blocos carnavalescos estão inovando e usando e abusando da criatividade, mas o que falar deste bloquinho infantil, do interior do...

O primeiro dia de aula do menino desnutrido que foi resgatado há um ano

O primeiro dia de aula é uma data marcante, que estabelece que seu filho(a) está crescendo e ganhando o mundo. Mas, para um menino em...

Fábio Assunção dá a volta por cima um ano depois de virar ‘piada’ no Carnaval

É impressionante o quanto as coisas podem mudar em apenas um ano, né? Olha o caso do ator Fábio Assunção, 48 anos. No Carnaval do...

Comediante arrecada quase R$ 1 milhão para menino que sofreu bullying

O vídeo de um menino com nanismo chorando após ser vítima de bullying na escola gerou uma onda de comoção e solidariedade de milhares...

Instagram