Após sofrer preconceitos na infância, nordestino lança livro para elevar autoestima de crianças com cabelo crespo

Ao longo da vida, o professor nordestino, Nicácio Belfort, passou por muitas situações de racismo e processos de aceitação da sua negritude.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ele nos contou que, há um tempo atrás, conheceu um menino preto, na faixa dos 6 a 7 anos de idade, que dizia não querer ser preto, pois “as pessoas falam coisas de quem é preto”.

Foi então que Nicácio, autor do livro João e o Cabelo Mais Lindo do Mundo decidiu fazer uma leitura especial para a primeira infância. “Como professor há 18 anos, eu vi que alguns meninos e meninas sofrem por causa dos seus fios e, se a gente fala isso desde a primeira infância eles já crescem com a autoestima elevada”, afirmou.

Após sofrer preconceitos na infância, nordestino lança livro para elevar autoestima de crianças com cabelo crespo 2
Foto: Reprodução/Instagram @amordepapaireal

O personagem do livro, João, inspirado no próprio autor, sofria muito bullying na escola por conta do seu cabelo crespo, foi então que, triste e desmotivado, foi acolhido por um amigo da escola que decidiu inscrevê-lo num curso de cabelos lindos. E, adivinha só? João ganhou! A partir de então, começou a se amar, orgulhar e empoderar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Após sofrer preconceitos na infância, nordestino lança livro para elevar autoestima de crianças com cabelo crespo 3
Foto: Reprodução/Instagram @amordepapaireal

Após sofrer preconceitos na infância, nordestino lança livro para elevar autoestima de crianças com cabelo crespo 4
Foto: Reprodução/Instagram @amordepapaireal

“As experiências pessoais são, sem dúvida, um alerta para que as pessoas sejam antirracistas. Todos somos iguais, merecemos respeito e dignidade”, afirmou. Relevando que a principal mensagem é olhar para o outro como se fosse para si e assim refletir.

E tem mais! João ainda vai continuar se aventurando, encontrando com pessoas albinas, com nanismo, cadeirantes e dentre muitas outras para poder ajudá-las a aceitarem suas diferenças.

Após sofrer preconceitos na infância, nordestino lança livro para elevar autoestima de crianças com cabelo crespo 5
Foto: Reprodução/Instagram @amordepapaireal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Nicácio também tem outros projetos, o Amor de Papai Real, que promove o assunto entre pais e, também, Fazendo o Bem, que reverte parte das vendas dos livros em ajuda para as pessoas em situação de vulnerabilidade social no interior de Pernambuco.

 

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM










Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,818,590SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Projeto colaborativo Arte de Rua é iniciativa de integração e promoção da paz

A AkzoNobel, por meio de sua iniciativa global Let's Colour, fechou parceria com a ONG MasterPeace, criadora do projeto Walls Of Connection, que...

Empresa argentina utiliza pneus como matéria prima e só emprega mães solo

Algumas empresas são criadas para fazer a diferença no mundo, como é o caso da Xinca, criada em 2013 por três argentinos: Ezequiel Gatti...

Iniciativa: Crianças limpam praia na Baia de Guanabara

Os número são alarmantes, cerca de 8 milhões de toneladas de lixo plástico são lançadas todos os anos nos oceanos. Nós já chegamos a mostrar...

Uma maçã por dia pode reduzir risco de Alzheimer, diz estudo

Uma maçã, todos os dias, pode reduzir o risco de você desenvolver a doença de Alzheimer. Foi o que disse a pesquisa feita por...

Casal cria memoriais de vidro com cinzas de entes queridos falecidos 

A partir de uma curiosa e inovadora ideia de homenagear entes queridos falecidos, um casal norte-americano tem criado verdadeiras obras de arte de tirar...

Instagram

Após sofrer preconceitos na infância, nordestino lança livro para elevar autoestima de crianças com cabelo crespo 7