Razões para Acreditar no Amor #2: Nos conhecemos aos 15, tivemos uma filha aos 16, e este ano faremos 16 anos juntos: o amor venceu

Eu e meu marido nos conhecemos com 15 anos, 5 meses depois estávamos grávidos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

No primeiro momento foi um choque para todos, principalmente para mim, e me surpreendi quando meu namorado ficou muito feliz, lembro-me de minha mãe dizer: “Não quero que você se case  ou seja obrigada a fazer algo, apenas quero que seja feliz!” Isso me deu toda a liberdade para seguir meu coração.

No dia 25 de agosto de 2000 nossa filha nasceu, tínhamos 16 anos. Nunca largamos a escola, tratamos de procurar empregos (mesmo com apenas 17 anos) e quando nossa filha fez 1 anos já morávamos apenas nós três.

Em 2009 para comemorarmos nossos 10 anos juntos, oficializamos nossa união e nos casamos no cartório.

No dia 18 de junho de 2015 faremos 16 anos juntos, no dia 25 de agosto de 2015 nosso bebê fará 15 aninhos! Nós três crescemos juntos, evoluímos, passamos por muita dificuldade, mas nos mantemos firmes e fortes, cada vez mais fortes, porque sempre nos apoiamos uns nos outros…o AMOR sempre venceu!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Hoje sou advogada, meu marido é Programador em TI e nossa filha está no 1º ano do ensino médio 😀

Essa é a história que daria um filme da Marcela, Sósthenes e Leandra. <3

unnamed (1) unnamedJá contamos a história do Felipe e da Monique na semana passada, relembre aqui.

E não deixe de enviar a sua história que daria um filme pra gente! Pra esse e-mail: [email protected] Ela pode ser publicada e ficar conhecida pelo Brasil inteiro <3

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,773,760SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Após comentário homofóbico no LinkedIn, funcionário do Grupo Votorantim é demitido

Após publicar um comentário homofóbico na rede social LinkedIn, um funcionário do Grupo Votorantim foi demitido da empresa. O profissional trabalhava na Votorantim Cimentos, uma...

Travesti é aprovada em 1º lugar em universidade federal

O preconceito contra pessoas transexuais e travestis é um dos maiores obstáculos para a sua inserção social em diferentes esferas. A aprovação da travesti...

Criança internada após comer marmita envenenada já respira sem aparelhos e poderá voltar para casa logo

Quem acompanhou a história do Fabinho, de 11 anos, hospitalizado após comer uma marmita envenenada, já pode comemorar e muito! Depois de seis meses...

Deise “do tombo” descobre que mulher da casa onde ela caiu tem câncer, faz vaquinha e já arrecadou 50 mil

E quando uma pessoa usa o poder da internet (no caso um meme sobre ela própria) e reverte a situação para fazer o bem?...

Após buscar a igreja para “se curar”, ela só foi feliz ao se aceitar como transexual

Alee (Alessandra Prates) como gosta de ser chamada, fala muito sobre sua infância, que desde pequena já gostava de brincadeiras e brinquedos de meninas. Ela diz...

Instagram