Início SOCIEDADE Pessoa com Deficiência Nova York proíbe desigualdade salarial entre homens e mulheres com a mesma...

Nova York proíbe desigualdade salarial entre homens e mulheres com a mesma função

Uma lei promulgada na última quarta-feira (10) proíbe a desigualdade salarial entre homens e mulheres que desempenhem a mesma função no estado de Nova York, nos Estados Unidos.

O governador democrata, Andrew Cuomo, afirmou que a norma também proíbe as empresas de perguntarem sobre o histórico salarial durante as entrevistas de emprego.

A legislação foi sancionada durante a comemoração do quarto título da Copa do Mundo da seleção feminina de futebol dos Estados Unidos, a maior vencedora do torneio desde sua primeira edição, em 1991.

Nova York proíbe desigualdade salarial entre homens e mulheres com a mesma função
Foto: Reprodução/Twitter Andrew Cuomo

As jogadores da seleção protestam há anos contra a desigualdade salarial em relação aos homens, e transformaram a reivindicação por salários iguais em uma de suas bandeiras.

No início deste ano, o time processou a Federação Americana de Futebol por discriminação de gênero, pois o salário pago a uma atleta do futebol feminino é bastante inferior ao salário pago a um atleta do futebol masculino.

Leia também: Mulheres precisam iniciar vida profissional 10 anos antes que os homens para terem salários iguais

Além disso, as jogadoras se recusaram a encontrar o presidente dos EUA, Donald Trump, na Casa Branca. “A equipe feminina de futebol joga o mesmo jogo que os jogadores de futebol masculino jogam – só que melhor. Se fosse para haver alguma diferença, os homens deveriam receber menos”, declarou o governador.

Nova York proíbe desigualdade salarial entre homens e mulheres com a mesma função
Foto: Seth Wenig/AP

Em vigor desde o dia 10 de julho, a lei faz parte da Agenda de Justiça para as Mulheres 2019, um programa promovido pelo estado de Nova York.

Leia também: Escritora traduz para a linguagem infantil temas como desigualdade, corrupção e preconceito

As leis buscam combater o assédio laboral, garantem proteção para as vítimas de tráfico sexual e financiamento para que mães solteiras possam estudar na universidade e sair da pobreza. “Nova York vai continuar liderando o caminho e se colocando ao lado das mulheres e meninas em todas as partes do estado”, afirmou Cuomo.

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: G1

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

982,395FãsCurtir
1,679,017SeguidoresSeguir
8,239SeguidoresSeguir
11,000InscritosInscrever

+ Lidas

Designer da UFMG cria embalagem sustentável de pasta de dente que pensa fora da caixa – literalmente!

Um projeto acadêmico liderado por Allan Gomes, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), repensa a maneira como as embalagens são dispostas aos consumidores...

Mãe pede pizza só para ver o filho entregar no primeiro dia de trabalho

Lindo gesto de amor da mãe para incentivar o filho no novo trabalho!

Pesquisadora de Manaus desenvolve plástico biodegradável a partir do cará

Quem já comeu sabe o quanto o cará é saboroso. O tubérculo, que é bem parecido com o inhame, é rico em fibras e...

Casal gay adota bebê com HIV que foi rejeitada por 10 famílias

Pouco depois de nascer, Olivia foi abandonada em um orfanato. Na fila de adoção, foi rejeitada por 10 famílias. O motivo? A menina é...

Pesquisadores do Paraná criam membrana capaz de desenvolver pele e ossos

O futuro da medicina está cada vez mais próximo do presente. No Paraná, pesquisadores da Universidade Estadual de Londrina criaram uma membrana que é...

Instagram