O encontro emocionante entre um menino de 10 anos e o doador de medula que salvou sua vida

O caso de Matheus é extremamente raro e nem a medicina consegue explicar. Ele foi diagnosticado com leucemia avançada aos 5 anos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Há quatro anos, o menino fez o transplante e ficou três meses na UTI, pois a rejeição foi muito grande. Nem a médica que cuidou dele acreditava que Matheus sobreviveria.

“Noventa por cento da complicação que ele teve era chance dele não sobreviver. O Matheus nasceu de novo, né? E quem deu pra ele a vida dele nova foi o doador”, afirma a pediatra Juliana Fernandes.

Chamem isso de “milagre” ou qualquer outra coisa, o fato é que Matheus se manteve firme e sobreviveu. E ele pôde reencontrar seu doador para agradecê-lo. Assista à reportagem.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,253,471SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Conheça barraquinha de produtos orgânicos sem vendedor em Delfim Moreira (MG)

O Seu Zé Cláudio não vê as pessoas como uma ameaça, mas sim como quem pode praticar a honestidade em pequenos gestos.

Empresa envia executivos para trabalhos voluntários no mundo inteiro

A Dow, empresa do setor químico, enviou altos executivos para trabalhos voluntários no Senegal e na Índia.

Idoso esquece óculos, faz aposta ‘errada’ e ganha o equivalente a R$ 900 mil na loteria

O quão azarado você precisa ser até se tornar sortudo?! Bom, o inglês Denis Fawsitt fez tudo errado dar certo e ganhou £ 116.124...

Mulheres transformam guarda-chuvas em abrigos impermeáveis para pessoas em situação de rua de SP

Cientes de que a população em situação de rua de Petrópolis (RJ) nunca esteve mais vulnerável em meio a esse rigoroso inverno, um grupo...

Chamada de “a mulher sem filhos”, indiana de 74 anos dá à luz a gêmeas

Antes chamada de "a mulher sem filhos", Erramatti Mangayamma deu luz a gêmeas na Índia, tornando-se a mãe mais velha do mundo, aos 74 anos.

Instagram