O homem que alimentou 1 bilhão de pessoas, mas nunca quis que ninguém soubesse

Há pessoas tão extraordinárias no mundo, algumas são famosas outras, pelas mais diversas razões, deixam os seus feitos icônicos como presente para a humanidade, mas preferem ser discretos e até se constrangem com as homenagens e prêmios!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Uma dessas pessoas é o americano Norman Ernest Bourlag (1914-2009).

Ele foi o agrônomo considerado Patrono da Revolução Verde, que criou técnicas de alterações nos grãos e aprimorou o cultivo deles nos anos 50 e 60 em diante. Suas pesquisas originaram nada menos do que a duplicação da produção desses grãos e especialistas calculam que desde que ele pôs as suas ideias em prática, foram salvas cerca de 1 bilhão de vidas!

Isso mesmo, um sexto da humanidade come devido aos estudos dele. Todos os dias, sem falar no próximo bilhão que nascerá ao longo do tempo. Ele salvou vidas especialmente nos países subdesenvolvidos, ganhou um Nobel e diversas honrarias, mas sempre foi avesso a entrevistas e tão humilde que causava espanto nos amigos.

Se você quer ler sobre o instituto que ele deixou para a continuidade desses estudos, clique aqui: Norman Ernest Bourlag Institute

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Esse é o facebook que honra a memória dele: Norman Ernest Bourlag Foundation

Lindo demais, né?

Suas palavras sempre foram: não há paz, com estômagos vazios.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM







O homem que alimentou 1 bilhão de pessoas, mas nunca quis que ninguém soubesse 2

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
5,085,685SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Eletricista demitido por se recusar a cortar luz de morador em quarentena recebe apoio de internautas

“Acabei de levar uma advertência por que eu me recusei a cortar a luz do cliente nessa data específica. Eu não acho justo cortar a luz de uma pessoa em plena quarentena."

Redatora de 63 anos que estava desempregada viraliza no Linkedin e consegue vaga em startup

Infelizmente, sabemos que encontrar uma colocação no mercado de trabalho depois dos 50 anos é muito difícil. Apesar de toda a experiência, a redatora...

Jovem convida idosa solitária para almoçar e descobre que ela é uma viúva em um aniversário especial

O ato de bondade de um rapaz com uma mulher idosa em um restaurante nos Estados Unidos conquistou as redes sociais. Ao ver uma...

Após ser humilhado cruelmente por jovens, sorveteiro recebe apoio de internautas

O Sr. Aldonizio tem 45 anos e, no início do mês, foi humilhado enquanto vendia seus sorvetes, na cidade de Coari, Amazonas. Três jovens pegaram...

Mudando de atitude para ser feliz

Só assistam e vejam o poder do abraço:

Instagram

O homem que alimentou 1 bilhão de pessoas, mas nunca quis que ninguém soubesse 3