O Jogo da Imitação: a história de um gênio injustiçado pela sociedade

Esse é o filme do ano, sério.
Contará a história real de um segredo escondido por 50 anos após o fim da 2a guerra, Allan Turing, era um gênio que desenvolveu uma máquina para decifrar as mensagens secretas transmitidas nos rádios nazistas, dessa forma os exércitos opositores ganharam uma vantagem sobre a Alemanha e a guerra acabou.
O desenvolvimento da máquina de Alan Turing foi a premissa para a criação de todos os computadores do mundo!
Se você está lendo isso, feche os olhos e agradeça Alan Turing, por um instante.
O próprio Sir Winston Churchill acreditou e apoiou o financiamento do trabalho brilhante dele.
Historiadores afirmam que ter decifrado os códigos de comunicação nazistas abreviou a guerra em dois anos e salvou:
14 MILHÕES DE VIDAS EM TODO O CONTINENTE EUROPEU.
Porém, ao invés de receber homenagens e glória, Alan foi denunciado e preso, o suposto crime?
Ser homossexual. Sim, naquela época era crime.
O juiz ofereceu a opção de castração química, mas, após 1 ano de tratamento, ele não aguentou o sofrimento dos efeitos colaterais, solidão e desprezo social e cometeu suicídio.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Recentemente a Rainha fez um pronunciamento, falando sobre o erro histórico e prestando uma homenagem a ele, (isso ocorreu na administração do pai dela, entre 1939 e 1945).

Pois sua história finalmente veio à tona, e ganhou um filme para esclarecer (e de alguma forma) e reparar esse erro histórico cometido por nunca sabermos da história dele. O filme chama-se “O Jogo da Imitação” (The Imitation Game), e tem a seguinte sinopse:

Durante a Segunda Guerra Mundial, o governo britânico monta uma equipe que tem por objetivo quebrar o Enigma, o famoso código que os alemães usam para enviar mensagens aos submarinos. Um de seus integrantes é Alan Turing (Benedict Cumberbatch), um matemático de 27 anos estritamente lógico e focado no trabalho, que tem problemas de relacionamento com praticamente todos à sua volta. Não demora muito para que Turing, apesar de sua intransigência, lidere a equipe. Seu grande projeto é construir uma máquina que permita analisar todas as possibilidades de codificação do Enigma em apenas 18 horas, de forma que os ingleses conheçam as ordens enviadas antes que elas sejam executadas. Entretanto, para que o projeto dê certo, Turing terá que aprender a trabalhar em equipe e tem Joan Clarke (Keira Knightley) sua grande incentivadora.

Veja um dos trailers:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Texto de Bonnie Hutterer, especialmente para o RPA.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,275,963SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Após visita de cãozinho, paciente com câncer melhora e surpreende médico

“Conversei [até] sobre a possibilidade de dar alta”, disse o médico.

Projeto leva hambúrgueres artesanais e diversão a escolas públicas

Hambúrgueres artesanais, diversão e informação para alunos de escolas públicas.

Aos incríveis 100 anos de idade, brasileira bate recorde mundial na natação

A nadadora brasileira Laura de Oliveira, de 100 anos, é a nova recordista mundial na modalidade 50 metros peito, na categoria 100 - 104...

Menina que se fantasiou de hot-dog no Dia das Princesas é homenageada com Lego próprio

A pequena Ainsley ficou famosa na web depois que uma foto sua vestida com uma fantasia de cachorro-quente em uma festa do Dia das...

Graças a um óculos especial, pai daltônico consegue ver os filhos e o mundo ao redor com as verdadeiras cores

Opie Hughes é daltônico, e durante toda sua vida nunca foi capaz de ter a real experiência relacionada às cores. Mas, graças a um...

Instagram

O Jogo da Imitação: a história de um gênio injustiçado pela sociedade 3