O que minha mãe escreveu quando descobriu que eu era lésbica

A leitora Tayná Mirella nos presenteou com um comentário sobre o post que fizemos do pai que descobriu por acaso que o filho era gay e pediu ajuda na internet pra saber como lidar com a situação, relembre aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ela relatou uma situação parecida que aconteceu com ela:

Minha mãe descobriu que eu era gay através de cartas que eu escrevia e escondia por ter medo de falar a alguém sobre isso. Jogou uma indireta e eu peguei no ar ao ver que alguém mexeu no meu guarda-roupa. MORRI DE MEDO, tremia até. Mas ocorreu tudo bem e ela me aceitou (até demais, sério, várias vergonhas eu passei no começo por ela ser zoeira demais). A verdade é que minha mãe me aceitou antes de mim mesma! Além disso, escreveu uma carta pra mim com as coisas que não conseguiu me dizer. A carta da minha vida.”

E nos mostrou o tweet que ela fez com a carta que sua mãe lhe escreveu, olha que sensacional:

B-_AJ__XAAAN1Pl

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O tweet originalmente foi publicado aqui. Obrigado Tayná por confiar na gente e compartilhar conosco essa carta tão especial que você recebeu da sua mãe. <3

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,829,971SeguidoresSeguir
24,599SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Brasileiro de 7 anos vence concurso da NASA com criação de game

Olha aí mais um motivo para ter orgulho no nosso país! Um brasileiro de 7 anos venceu um concurso da NASA com a criação...

Cachorro se emociona ao reencontrar seu dono no aeroporto

Parecia ser um passeio como qualquer outro. Mas nesse dia, em vez da rota normal, esse cachorro foi levado ao aeroporto por sua dona, onde...

Curso online e gratuito ensina sobre alimentação consciente para revolucionar hábitos

O que não falta no mercado são dietas, das mais sensatas às mais malucas. A grande maioria das pessoas deseja ter uma vida mais...

Sem-tetos de Londres fazem registros incríveis da capital inglesa

No mês de julho deste ano, o Café Art deu aos sem-tetos de Londres uma oportunidade para que eles expressassem sua visão da ürbe. O...

Menino de 9 anos visita escolas para falar sobre o bullying no Paraná

O garoto Paulo Pirotta tinha apenas 7 anos quando começou a falar sobre o bullying na escola onde estuda, em Cornélio Procópio, no Paraná.

Instagram

O que minha mãe escreveu quando descobriu que eu era lésbica 3