Início SOCIEDADE LGBTI+ OAB do Ceará faz história ao conceder primeira carteira a homem trans

OAB do Ceará faz história ao conceder primeira carteira a homem trans

Pela primeira vez em 89 anos, a entidade máxima de representação e regulamentação da advocacia brasileira – a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) – entregou uma carteira com nome social a um homem trans, o advogado Murilo Gonçalves.

O bacharel atua na área desde 2013. Nesse meio tempo, passou pelo processo de transição de gênero e solicitou à Ordem o documento com o nome social – integralmente atendido, sem ressalvas.

Para ele, trata-se de um “momento emblemático para a Ordem dos Advogados do Brasil”.

Leia também: Caminhoneira trans Afrodite estrela campanha da Shell pela diversidade

Murilo conta que o presidente da OAB-Ceará, Erinaldo Dantas, ‘foi sensível ao seu pedido’. “Sou muito grato por isso”, comentou o advogado, enfatizando que a Ordem é ‘um espaço plural’.

Pela primeira vez, OAB concede carteira a homens trans no Ceará
Murilo Gonçalves (à esquerda) recebe do presidente da entidade, Erinaldo Dantas, a carteira da Ordem. Foto: Portal OAB-CE

Na última quarta-feira, 5, ocorreu a entrega da carteira. No discurso de aceitação, Murilo disse: “Estou representando, aqui, todo aquele que não tem voz e vez. Todas as minorias que não se vêem em locais de destaque.”

A OAB-Ceará reafirmou ‘o compromisso de inclusão e de estar sempre lutando por uma sociedade igualitária’. Para o presidente Dantas, este é um marco importante. “Somos plurais, somos muito mais! Estou muito feliz em ter realizado a primeira entrega de carteira para transgênero”, destacou.

No evento de entrega das carteiras, outros 45 advogados receberam a “vermelhinha”.

Erinaldo Dantas chamou atenção para ‘os gestos simples, como esse, e que são capazes de mudar a vida das pessoas’. “Estamos sendo aquilo que todos devem ser. Infelizmente, ainda há uma cultura de não respeitar aquilo que é diferente da gente. Mas a beleza do mundo está exatamente nisso, nas diferenças. É preciso respeitar a diversidade e entender que, com ela, temos a oportunidade de aprender mais e crescer enquanto seres humanos”, declarou.

Já Murilo incentivou os 45 novos advogados que receberam a carteira vermelha, e recomendou: “Sejam sensíveis às causas sociais, àqueles que não podem recorrer à Justiça. Precisamos entender que a advocacia é função essencial à Justiça. Nós podemos ser e devemos ser vetores de modificação social.”

Leia também: Gianmarco Negri é eleito o primeiro prefeito transgênero da Itália

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fonte: Estadão/Foto: Portal OAB-CE

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

982,394FãsCurtir
1,678,150SeguidoresSeguir
8,219SeguidoresSeguir
10,900InscritosInscrever

+ Lidas

Designer da UFMG cria embalagem sustentável de pasta de dente que pensa fora da caixa – literalmente!

Um projeto acadêmico liderado por Allan Gomes, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), repensa a maneira como as embalagens são dispostas aos consumidores...

Mãe pede pizza só para ver o filho entregar no primeiro dia de trabalho

Lindo gesto de amor da mãe para incentivar o filho no novo trabalho!

Pesquisadores do Paraná criam membrana capaz de desenvolver pele e ossos

O futuro da medicina está cada vez mais próximo do presente. No Paraná, pesquisadores da Universidade Estadual de Londrina criaram uma membrana que é...

Vizinhos cuidam da lavoura de família que busca tratamento para filhas

Essa é uma daquelas histórias para encher o nosso coração de esperança nesse início de ano. Mais de 100 pessoas fizeram um mutirão para...

Aluno usa dinheiro que ganhou de aniversário para pagar ida de amigo a excursão

Um gesto de amizade envolvendo dois estudantes da escola Francisco Murilo Pinto em Bragança Paulista (SP) tem comovido milhares de pessoas na internet.

Instagram