Obama responde carta de criança sobre pais homossexuais

Sophia Bailey-Klugh, filha de um casal gay, escreveu uma carinhosa cartinha para Barack Obama para agradecer-lhe o apoio ao casamento entre pessoas do mesmo sexo. A menina, de apenas 10 anos de idade, ainda pediu um conselho ao presidente dos EUA sobre como agir com os colegas de escola que a provocavam por causa do relacionamento dos pais.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Na semana passada, Obama respondeu agradecendo a mensagem da pequena simpatizante e afirmando que as diferenças unem as pessoas.

Querido Barack Obama,

É a Sophia Bailey Klugh. Sua amiga que convidou você para jantar. Se você não se lembra, tudo bem. Mas eu só queria dizer-lhe que estou muito feliz por você concordar que dois homens podem se amar, porque eu tenho dois pais e eles se amam. Mas na escola, as crianças acham que isso é nojento e estranho e isso realmente fere meu coração e meus sentimentos. Então, eu venho até você porque você é meu herói. Se você fosse eu e tivesse dois pais que se amam, e as crianças da escola ofendessem você por causa disso, o que faria?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Por favor, responda!

Eu só queria dizer que você realmente me inspira, e espero que você ganhe e continue sendo presidente. Você certamente faria do mundo um lugar melhor!

Sua amiga Sophia

Obs.: Por favor, diga oi para  suas filhas por mim!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Querida Sophia,

Obrigado por me escrever uma carta tão profunda sobre a sua família. Lê-la me deixou orgulhoso de ser seu presidente e ainda mais esperançoso sobre o futuro da nossa nação.

Na América, nenhuma família é igual. Nós celebramos essa diversidade. E reconhecemos que se você tem dois pais ou uma mãe, o que importa, acima de tudo, é o amor que manifestamos um pelo outro. Você tem muita sorte em ter dois pais que se importam profundamente com você. Eles são sortudos por ter uma filha tão especial como você.

Nossas diferenças nos unem. Você e eu somos abençoados por viver em um país onde nascemos iguais, sem importar o que aparentamos por fora, onde crescemos, ou quem nossos pais são. Uma boa regra é tratar os outros da mesma forma que você espera ser tratada. Lembre seus amigos da escola desta regra se eles disserem algo que machuque seus sentimentos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Obrigado mais uma vez por me escrever. Sinto-me honrado por ter seu apoio e inspirado pela sua compaixão. Desculpe por não ter comparecido ao jantar, mas eu certamente direi à Sasha e à Malia que você mandou um oi.

Sinceramente,

Barack Obama

 

;’)

Vi no bistrocultural.com

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,637,823SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Pai solteiro faz curso para aprender a fazer penteados para a filha de 3 anos

Esse homem com certeza é um forte concorrente a melhor do pai do ano! Conheçam o Greg Wickherst, um pai solteiro que que há...

Por trás dessa fotografia existe uma história de amor de pai

A foto acima prova que sim. Estamos falando do amor genuíno e quase sempre incondicional: o amor de pai para filho. O homem da foto...

Como vivem as mulheres na Islândia, o país mais igualitário do mundo

Quando você pensa em um país mais igualitário do mundo, você imagina em quais aspectos? A jornalista freelancer brasileira, Beatriz Portugal, vive nessa ilha no topo do Atlântico...

Artistas grafitam casas de madeira em favela de São Luís (MA)

“É muito importante vocês estarem aqui, faz a gente lembrar que é gente também.”

Reunião de memes: Chloe encontra Giovanna (do forninho) em São Paulo!

Eu não sei vocês, mas se tem algo que eu amo na vida são os memes da internet, se eu pudesse só conversaria usando...

Instagram