ONG cria espaço adaptado para onça-pintada cega em Goiás

A onça-pintada Merlin foi vítima de caça e resgatado há três anos, no Maranhão, após levar um tiro na cabeça que provocou uma lesão que o deixou cego dos 2 olhos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A organização sem fins lucrativos AMPARA Animal, em parceria com a ONG Nex, ajudou a organizar uma operação delicada para devolver à onça-pintada uma parte do que foi tirado em 2016.

Na época, um tiro disparado por caçadores deixou o animal cego dos dois olhos. O resgate foi realizado pelo Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS), no município de Pinheiro (MA).

ONG Ampara Animal cria espaço adaptado onça-pintada cega

Durante esses anos, o centro de triagem fez o melhor possível para cuidar dela, inclusive oferecendo-a para diversos zoológicos para ser cuidada em um espaço melhor. Porém, todos se recusaram a recebê-la por conta da sua deficiência visual.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Foi quando em agosto de 2019, a AMPARA Silvestre, o braço da AMPARA Animal que cuida de animais silvestres, recebeu a ligação da ativista Alexia Dechamps e a informação de que uma onça-pintada macho havia sido resgatada pelo Cetas.

Após estar devidamente informada da situação e dos cuidados que Merlin necessitava, a AMPARA Silvestre, que já estava conduzindo a campanha #lifeprint em prol das onças do Brasil, desenvolveu um plano para que ela pudesse ter de volta pelo menos parte do que foi tirado dela de forma violenta e cruel.

ONG Ampara Animal cria espaço adaptado onça-pintada cega

O capítulo final da história foi um sucesso: o Merlin foi transferido do Maranhão para um grande parceiro da organização, o NEX, em Goiás, onde um recinto novo e adaptado espera por ele.

Os melhores e mais capacitados profissionais cuidaram de todo o processo e estão prontos para atender todas as suas necessidades especiais.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

ONG Ampara Animal cria espaço adaptado onça-pintada cega

Todos os custos de transporte, acomodação, veterinários, alimentação e do próprio recinto estão sob responsabilidade da AMPARA Silvestre. A Latam Airlines foi a responsável pela cortesia do transporte aéreo do Merlin.

Outra parte dos custos foi viabilizados pela campanha #lifeprint, mas ainda é preciso custear a manutenção desse animal tão especial, que foi vítima da crueldade humana. Por isso a ONG pede doações e a sua colaboração através do canal, clicando aqui.

Compartilhe o post com seus amigos!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fotos: Divulgação

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,562,206SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Bioplásticos feitos de cânhamo são alternativa viável aos plásticos à base de petróleo

O plástico de uso único (conhecido como descartável) é umas das fontes mais destrutivas de poluição a nível mundial. Com o acréscimo de aditivos...

Esta mochila permite você se aventurar junto com seu catioro

A mochila é feita com um material e força de tração resistente a rasgos.

Osklen vai doar 50 mil máscaras e 9 mil jalecos para profissionais da saúde do RJ

A Osklen anunciou a doação de 50 mil máscaras e 9 mil jalecos para os profissionais da saúde que atuam na linha de frente...

Enquanto trabalha, carteira distribui ração e amor para animais de rua em Campo Mourão (PR)

Uma carteira de Campo Mourão (PR) distribui ração para cães e gatos em situação de rua enquanto entrega as encomendas dos clientes.  Não tem um dia...

Lixo recolhido no carnaval de rua será transformado em lixeiras sustentáveis

Cinco prefeituras das maiores capitais brasileiras, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife e Salvador, se uniram à Associação Nacional de Catadores e...

Instagram