Operário vende máscaras na rua para ajudar costureiras que estão sem renda

Alguns profissionais estão sofrendo muito com esse período de distanciamento social, mas sempre tem um jeitinho de contornar a situação se todo mundo se ajudar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Em São Paulo, um operário de metalúrgica, que é também um pequeno empreendedor, decidiu mudar o perfil do seu negócio para vender máscaras de tecido e, assim, poder ajudar várias costureiras.

“Eu vendo canudos ecológicos de inox e escovinhas para fazer higienização. Não tá fácil pra mim, então decidi vender máscaras, mas o legal disso tudo é que através de mim venho ajudando costureiras que não têm fonte de rendas”, explicou Denis Condi.

Dessa forma, ele tem contribuído com a renda familiar de 7 costureiras. “Algumas estão usando esse dinheiro das máscaras para comprar alimentos pra casa“, disse Denis.

Empreendedor organizando máscaras que vende para ajudar costureiras
Denis organiza o material e distribui para vendedores. Foto: Arquivo pessoal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Denis compra os tecidos, passa para as costureiras, paga pelo trabalho delas, e repassa as máscaras para vendedores ambulantes, que vendem a um baixo custo, tudo de forma bem improvisada, mas que garante uma renda mínima para várias pessoas.

“Eu sou encarregado de produção em uma metalúrgica, dali eu tiro minha renda para pagar contas de casa. Esse dinheiro de máscaras e canudos é mais para ajudar esse pessoal que tanto precisa”, explicou.

Você pode ajudar um empresário que está com a fábrica fechada a reativá-la para produzir máscaras para os profissionais de saúde. Criamos uma vaquinha no VOAA. Clique aqui e contribua!

Barraca onde empreendedor vende máscaras para ajudar costureiras
Denis começou a vender canudos ecológicos em barraquinha, onde hoje também vende as máscaras. Foto: Arquivo pessoal

O Razões tem seu próprio podcast para espalhar boas notícias, ouça os episódios na sua plataforma favorita clicando aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Iniciativa populariza acesso a máscaras e canudos

Com essa ideia, Denis está favorecendo que as pessoas mais pobres possam ter acesso a máscaras a um preço baixo.

Máscaras da Minnie
Com iniciativa, Denis consegue vender máscaras ao preço de R$ 4,00. Foto: Arquivo pessoal

E antes mesmo dessa iniciativa, ele já havia despertado para a necessidade de popularizar alguns artigos. É o caso do canudinho reutilizável, que custava muito caro, cerca de R$ 40 e ele passou a vender a R$ 10.

Pra isso, Denis compra a matéria bruta, que ele conseguiu a preço de custo em uma fábrica, e faz o processo de usinagem em casa.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A USP criou um ventilador de respiração mecânica que é feito em duas horas e 15 vezes mais barato.

Canudos reutilizáveis
Canudos são vendidos com escovinhas reutilizáveis. Foto: Arquivo pessoal

“Fiz a barraquinha, peguei pessoas desempregadas e coloquei para vender. Aí foi indo”, contou. Nesse período, todos os vendedores estão comercializando as máscaras utilizando máscaras para também se proteger.

Boa, Denis!

selo conteúdo original

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,857,801SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Cientista autista emociona jurados do Shark Tank Brasil com história de superação

Michele desenvolveu um exoesqueleto para quem não pode andar e uma mão eletrônica para pessoas que perderam ou nasceram sem mãos.

Marca faz teste com roupa especial que simula a sensação de estar bêbado

A Ford criou um traje experimental de simulação dos perigos de dirigir sob os efeitos do álcool. A empresa desenvolveu na Alemanha uma “Roupa de Motorista Embriagado”, que...

Neta irá receber presente da avó sete anos após ela ter morrido em Joinville

"Quando na vida poderia imaginar que nossa Amora teria um presente da vovó Marcia?"

USP cria ventilador pulmonar de baixo custo com tecnologia 100% brasileira

Cientistas da USP desenvolveram um protótipo de ventilador pulmonar emergencial capaz de ser produzido em massa para atender a demanda hospitalar de pacientes infectados...

Ensaio com cadela prenha orgulhosa da sua barriga faz sucesso nas redes sociais

As fotos da cachorra Lilica prenha de 5 cachorrinhos vêm fazendo sucesso nas redes sociais.

Instagram