Orelhões vão ganhar nova função em São Paulo

Você sabia que, só na cidade de São Paulo, existem cerca de 25 mil orelhões praticamente desativados? Sendo que cada um deles ainda é usado cerca de duas vezes por dia, segundo dados da ANATEL (Agência Nacional de Telecomunicações).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Em contrapartida, 2,7 milhões de pessoas andam de ônibus todos os dias e não possuem internet no celular.

E o que uma coisa tem a ver com a outra? E se juntarmos dois problemas em uma solução só, transformando orelhões em centros de informações sobre horários e itinerários daquela região.

Este foi o desafio lançado pelo Festival Red Bull Basement, e assim nasceu a ação “Smart Orelhão”, da Agência LDC.

Repensar o mobiliário urbano é uma crescente tendência nas cidades.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Para transformar os orelhões instalados próximos aos dezenove mil pontos de ônibus, eles serão hackeados de forma que qualquer pessoa ao ligar no 0800 887 0878, gratuitamente receberá informações sobre o ponto de ônibus mais próximo.

Fonte: Update or Die

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,271,435SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Ginasta que vendia cocada para disputar campeonato conquista ouro: “Estamos radiantes”

Após publicação no Razões, a história da Letícia comoveu os internautas, que decidiram ajudá-la com uma vaquinha online para ir ao campeonato Sul-Americano na Colômbia e voltar de lá com uma medalha dourada e outra de prata!

SP ganha primeiro telhado verde com floresta de Mata Atlântica

Um dos maiores desafios hoje de grandes centros urbanos é devolver parte dele para natureza e sua pureza. Para isso, uma solução que vem agradando...

Professora insere danças africanas em escola pública do Rio e transforma comunidade

Na Escola Municipal Anísio Spínola Teixeira, em Duque de Caxias - Rio de Janeiro, uma professora resolveu investir em novas práticas para transformar realidades. Dadas as...

Madri terá o primeiro abrigo para idosos LGBT do mundo

A cidade de Madri terá o primeiro abrigo público para idosos LGBT do mundo.

Pernambucano de 17 anos desbanca milhares de candidatos e é aprovado em Harvard

João Victor Arruda é pernambucano e o único nordestino aprovado no ciclo de admissão mais concorrido em toda a história da Universidade de Harvard, nos...

Instagram

Orelhões vão ganhar nova função em São Paulo 3