Estudantes fazem ovação silenciosa para colega autista na formatura

Para os estudantes da Carmel High School, o diretor Lou Riolo é um “educador fantástico”. Recentemente, ele deu mais uma prova que justifica esse título, durante a formatura dos seus alunos no ensino médio.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Um dos estudantes da Carmel, Jack Higgins, é autista. Ele é tão sensível a ruídos que mantém os ouvidos tapados em locais com muitas pessoas.

Jack não se comunica verbalmente e levou oito anos para se formar. Seus pais queriam comemorar a conquistar do filho, mas como Jack conseguiria lidar com os aplausos e assobios dos colegas? Com a ajuda de Lou Riolo e de outros professores, os pais de Jack encontraram uma solução!

[Aos 23 anos, o Julio, que tem autismo severo, precisa ser amarrado em momentos de crise. Também por falta de tratamento ele parou de falar há muitos anos e precisa de um acompanhamento em clínicas e psicoterapeutas. Queremos custear um tratamento pra ele e comprar moveis para a família em Fortaleza (CE) viver um pouco melhor. Contribua aqui.]

Estudantes fazem ovação silenciosa para colega autista durante formatura

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Jack é um aluno maravilhoso da nossa comunidade estudantil”, disse o diretor Riolo, ao subir ao palco para preparar o público para o que estava por vir.

Em um grande ginásio com 2 mil pessoas acostumadas a aplaudir, seria possível permanecerem quietas? Riolo tem a resposta:

“Na graduação, o corpo estudantil e seus milhares de estudantes foram convidados a não aplaudir ou gritar quando Jack subisse ao palco – e o que aconteceu em seguida não foi nada menos do que um pequeno milagre.”

Leia também: Menino autista constrói a maior réplica do Titanic usando peças de LEGO

“Tive sorte e fui abençoado por ver coisas notáveis em meus 31 anos de carreira, mas isso foi o mais incrível”, concluiu o diretor.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Dá play no vídeo:

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: GNN/Foto: Reprodução/GNN

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,500,572SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Atendentes de drive thru oram com cliente que perdeu marido um dia antes

Uma atitude solidária não tem hora, nem lugar marcado para ocorrer. Simplesmente acontece. A norte-americana Barbara Danner é uma testemunha disso. Há quatro anos, ela...

Neto faz desenhos para avó analfabeta achar números de telefone

O espanhol Pedro Ortega tinha 11 anos quando começou a fazer desenhos para sua avó identificar o dono ou a dona do telefone marcado na agenda.

Fotógrafa recria “Pequeno Príncipe” em fotos encantadoras e bem brasileiras

A fotógrafa Mari Merlim resolveu recriar a famosa história "Pequeno Príncipe", do autor francês Antoine de Saint-Exupéry, em lindas imagens bem brasileiras. Quem nunca ouviu falar do "Pequeno Príncipe"? Seja...

Loja em SP vende produtos orgânicos a preço de custo

Aberto ao público da capital paulista no final de maio, o Instituto Chão, uma organização sem fins lucrativos, quer incentivar o consumidor a pensar...

Garoto abandonado duas vezes finalmente encontra um pai definitivo

A história de Tony e Peter Mutabazi é daquelas que só confirmam que o nosso destino parece estar realmente traçado. Tony foi entregue a primeira...

Instagram