Padaria deixa cesto do lado de fora com pães e salgados para quem precisa

Uma padaria da capital paranaense começou uma ação solidária que visa beneficiar moradores de rua e pessoas que passam por ali indo ao trabalho todos os dias.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Logo pela manhã, uma cesta é colocada do lado de fora do estabelecimento com pães e salgados que sobraram do dia anterior para quem passa pelo local.

Ajuda para campeão de jiu-jitsu que vende biscoitos para competir

Na esquina entre as ruas Mariano Torres e Comendador Macedo fica a Tradicionale Café & Panificadora. A ideia do estabelecimento surgiu após a constatação de que sobravam muitos alimentos.

“A gente viu que sobravam muitos pães dormidos de um dia para o outro e decidiu doar para moradores de rua. Como alguns clientes não se sentiam muitos confortáveis com a presença deles dentro do estabelecimento, colocamos a cesta com alimentos na frente”, relata a proprietária da padaria, Luiza Adriano.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Na cesta também são colocados pães de queijo e salgados dos mais variados tipos. Nas noites de frio, sopas são compartilhadas.

luiza adriano dona da padaria mostra cesto recheado de pães

Existem regras para consumir os alimentos: cada pessoa só pode pegar um item. “Conseguimos ‘educar’ eles para quem cumprissem isso. Tem alguns que até mostram o pacotinho para gente que pegaram um só”, ressalta Luiza.

Infelizmente, não é todo mundo que aprendeu a respeitar a organização feita pela padaria: pessoas que não precisam da doação também acabam levando algum alimento. “As pessoas que não necessitam acabam passando e pegam mais, levam para o trabalho. Quem precisa não faz isso, porque sabe o que é passar fome e sabe o que o outro passa”, destaca a administradora.

Ajuda para campeão de jiu-jitsu que vende biscoitos para competir

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Padaria beneficia catadores e moradores de rua

Próxima à panificadora, passa uma ciclovia, na qual trafegam catadores de recicláveis durante todo o dia. Eles são um dos principais beneficiados da ação, ao lados dos moradores em situação de rua.

“A gente sabe que eles saem cedo de casa, fazem força e muitas vezes não conseguem comer ao longo dia. Então a doação é importante para eles”, comenta.

Leia também:

A ação é reforçada com a ajuda e solidariedade dos clientes. “Eles ficam contentes e comovidos. Quando o cesto está vazio e alguém chega pedindo, algum cliente sempre compra um lanchinho, falando que prefere dar alimentos do que dinheiro”, conta a dona da padaria.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

No fim, a gratidão é o sentimento de Luiza e de quem trabalha na panificadora. “Ver que a nossa ação está ajudando alguém é muito recompensador. Sabemos que hoje existem várias pessoas passando fome e, ajudando um pouco delas, já nos faz seres humanos melhores”, ressalta.

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: Gazeta do Povo/Fotos: Aniele Nascimento / Gazeta do Povo

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

Relacionados

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,020,211FãsCurtir
2,150,527SeguidoresSeguir
11,477SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovens e agricultores se unem e abrem bibliotecas na zona rural da Paraíba

Eu já estou apaixonado por essa história antes mesmo de começar a contar pra vocês. Esse é um exemplo de que a união entre...

Guy Fieri arrecada US$ 22 milhões para funcionários de restaurantes desempregados

Guy Fieri é uma verdadeira celebridade nos Estados Unidos, onde além de ser empresário e dono de uma grande rede de restaurantes, também é...

Após alagamento, vaquinha arrecada R$117 mil e idosos ganharão um lar novo (BA)

Os velhinhos da Casa de Idosos Giuseppe Aras, em Itabela (BA), vão ganhar um lar novo! O asilo onde os 34 idosos moravam ficou alagado...

Pescadores salvam 5 tartarugas marinhas presas em rede de pesca

Na praia de Araranguá, em Santa Catarina, o que tinha tudo para ser apenas mais um dia normal para alguns pescadores, transformou-se em uma...

Cachorrinha é adotada por Corpo de Bombeiros após ser agredida e abandonada

A história da cachorrinha Ashley é a prova viva de que, ao mesmo tempo que existem pessoas ignorando os direitos dos animais, outras maravilhosas...

Instagram