Padre cede capela para evangélicos realizarem cultos em Mariana – MG

6
2757

Temos visto muita gente falando que na época de grandes tragédias, o pior do homem aparece. Pois eu penso exatamente o contrário, em época de grandes dificuldades é que vemos o quanto podemos nos ajudar e ser mais tolerantes.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Os acontecimentos recentes com a tragédia ocorrida em Mariana MG com o rompimento das barragens da mineradora Samarco deixou muitas vítimas e um rastro de destruição e tristeza para os moradores. (Saiba como ajudar as vítimas em Mariana aqui).

Diante da tragédia, muitos moradores perderam tudo o que tinha, e precisaram se alocar e iniciar uma nova vida.

De acordo com o Portal Padom, a Primeira Igreja Batista foi atingida pela lama do desastre, e o templo da igreja foi totalmente destruído com a tragédia. Porém, um ato inusitado por parte de um padre de Mariana fez em meio ao caos, pessoas acreditarem que é possível vivermos em um mundo onde o amor e a solidariedade possam falar mais alto do que a divisão da religião.

O Padre da Igreja Católica disponibilizou uma paróquia para que os irmãos da PIB – Primeira Igreja Batista de Mariana-MG possam cultuar a Deus.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

De acordo com o padre, nesse momento de tristeza e dor, a missão como cristãos e filhos do mesmo Deus, é acolhermos uns aos outros como Cristo fez. O gesto fez que católicos e evangélicos se unissem no momento de solidariedade, e os cultos tem sido motivo de alegria entre ambos os grupos, e até mesmo o padre tem participado dos cultos da Igreja Batista.

12246637_988801111158114_5338409758950470161_n 12274236_988801004491458_8789804559630601143_n

Post originalmente publicado no Portal Padom.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

6 COMENTÁRIOS

  1. Um legítimo representante de Cristo na Terra promovendo o ecumenismo e reunindo o rebanho único de um só Pastor, acolhendo quem precisa estar ainda mais perto de Deus, principalmente agora,depois de tantas lágrimas.

  2. Cerca de 50 anos passados, a comunidade portuguesa e espanhola em Amsterdam, Holanda, na qual eu estava integrado, celebrou a Missa do Natal numa igreja
    protestante, cedida pela congregação local.

    Não sendo um acto único, é sempre de louvar quem se dispõe “a servir” aqueles
    irmãos em Cristo, e até não cristãos.

Comments are closed.