Padre oferece espaço para abrigar moradores de rua com coronavírus em SP

Pessoas em situação de rua são mais suscetíveis ao contágio do novo coronavírus, pois elas não têm acesso a medidas básicas de proteção, como lavar as mãos e usar álcool gel. Se são mais suscetíveis, podem propagar a doença mais rápido, né?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Sabendo disso, o Padre Júlio Lancellotti ofereceu um espaço para abrigar moradores de rua de São Paulo que estiverem infectados pela Covid-19. A Casa de Oração do Povo de Rua pode receber até 50 pessoas.

“Na rua não tem medidas de acesso de higiene como o básico: lavar as mãos, usar álcool gel, ter medidas de higiene como roupas limpas, locais limpos para dormir“, explica o pároco.

padre com moradores de rua
Padre Julio Lancellotti durante ação com moradores em situação de rua. Foto: Reprodução/Instagram @julio.lancelloti

“Duas pessoas da Secretaria da Saúde estiveram lá, viram o espaço, viram com alguma possibilidade de adequação e contam com essa possibilidade caso seja necessário.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

casa de oração do povo de rua
Local tem capacidade para abrigar até 50 pessoas. Foto: Patrícia Figueiredo/G1

A Casa de Oração foi construída com dinheiro de um prêmio que Dom Paulo Evaristo Arns recebeu do Japão, pela fundação Niwano, no valor de US$ 190 mil, em 1994.

[Apoie a campanha de um projeto que leva café da manhã para a população de rua de SP. Clique aqui e faça sua doação.]

É um reconhecimento “por sua colaboração inter-religiosa para promover o desenvolvimento, conservar o meio ambiente e criar um mundo de paz com a participação de cristãos, budistas, muçulmanos e judeus”.

casa de oração do povo de rua
A Casa de Oração do Povo de Rua. Foto: Patrícia Figueiredo/G1

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

casa de oração do povo de rua
Foto: Patrícia Figueiredo/G1

População de rua em SP

Dados da Secretaria Municipal de Assistência Social de 2019 mostram que São Paulo tem uma população de rua de pelo menos 24 mil pessoas: 2.211 são idosos com 60 anos ou mais (população mais vulnerável ao coronavírus); 81% desses idosos estão acolhidos em centros de atendimento municipais.

Problemas em albergues e falta de comida

Até mesmo os sem-teto que estão em albergues públicos enfrentam problemas de saúde e de falta de estrutura.

“Os que estão acolhidos, estão relatando questões muito fortes como a tosse, por exemplo. Dizem que falta ventilação nos lugares. Além disso, uma doença prevalente que pode ser agravante [nestes lugares] é a tuberculose. É comum, mesmo nos centros de acolhidas, tem muita tosse, que acaba passando de uns para os outros.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Além disso, essas pessoas relatam que a distribuição de sopas e lanches tem diminuído, já que os voluntários que realizam a entrega das refeições têm evitado circular nas ruas por conta do medo do coronavírus.

Leia mais notícias de combate ao coronavírus clicando aqui.

Durante o Mês da Mulher, nós aqui do Razões junto com O Boticário contaremos histórias de mulheres que ajudam mulheres. Vamos falar sobre essa linda rede de apoio, para mostrar que #SomosFeitasDeTodas. Acesse as histórias aqui.

Fonte: G1

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM






Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,984,295SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Mulher compartilha foto do pós-parto e lança debate sobre maternidade ‘sem censura’

Estamos acostumados a ver fotos de mães com seus bebês no quarto da maternidade cercadas por parentes e amigos. É uma visão romantizada da...

“Ajudantes do Papai Noel” adotam cartinhas e realizam desejos de natal de crianças de comunidades do RJ

O projeto Ajudantes do Papai Noel reuniu neste ano as cartinhas com os desejos de natal de crianças da comunidade Pavão-Pavãozinho e Cantagalo, no...

Marca britânica doa 90% de seu lucro para instituições de caridade

Já não é de hoje que falamos em consumo sustentável e muitas marcas novas que vêm surgindo começaram a repensar seus modelos de negócio...

Menina de 13 anos arrecada 150 bicicletas para crianças de Linhares (ES)

Uma menina de 13 anos é a mentora de uma rede de voluntários que arrecadaram e doaram cerca de 150 bicicletas em Linhares, no...

Instagram