Pai passa 30 horas tatuando réplica da marca de nascença de seu filho que sofria bullying

O pequeno Derek nasceu com uma grande marca de nascença. Quando ele era pequenininho a mancha não o incomodava mas, hoje que ele tem 8 anos, começou a ser motivo para vergonha. No entanto, para que ele não se sentisse diferente dos outros, seu pai decidiu tatuar uma marca igual a dele. Que paizão, né?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Derek Prue precisou passar 30 horas sentado em um estúdio de tatuagem para que conseguisse reproduzir a mesma marca do filho. Segundo ele, doeu muito, mas nada se compara ao ver a felicidade do filho ao revelar a surpresa que ele havia feito com tanto amor.

pai tatua marca nascenca filho
Foto: David Bajer/CBC

A ideia surgiu quando eles estavam na piscina com as irmãs de Derek, e o pai notou que o filho não tirava a camiseta. A família vive em Alberta – no Canadá e, um dia quando estavam na piscina, o pai chamou o filho e tirou a camiseta, revelando que agora seriam iguais.

“Eu sabia que ele estava constrangido sobre isso”, disse Prue. “Eu vi como ele estava reagindo, e isso me fez querer fazer isso para que ele não fosse o único”, explicou o pai.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O filho, por sua vez, disse que ficou um pouco desconfiado quando sua mãe pediu para tirar fotos de sua marca de nascença, mas nunca imaginou o que o pai estava planejando. “Doeu muito”, confessou o pai. De acordo com o tatuador Tony Gibbert, proprietário do estúdio de tatuagem Juicy Quill, este, de fato, é um dos locais mais doloridos do corpo para tatuar.

Flavinho é um menino de 8 anos com câncer raro e vem passando por dificuldades e por isso, lançamos uma vaquinha na VOAA para que ele tenha um tratamento completo. Clique aqui e contribua com a sua vaquinha!

Alegria do filho

“Lembro-me da primeira vez que entrou, deitei e depois de talvez três, quatro horas, pensei, ‘Sim, estamos quase terminando?’ E Tony disse, ‘Sim, estamos quase terminando o esboço.'”, relembra o pai.

Apesar da dor, Derek faria tudo novamente. O que os pais não fazem pelos seus filhos, não é mesmo? Quando a mãe do garoto, Shanel Prue, perguntou se ele iria nadar sem camisa, ele disse que sim. “Sempre que o papai está lá, posso tirar a camisa”, disse o menino. Pode até parecer sem importância, mas esta aceitação poderá mudar a vida deste menino para sempre!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fonte: CBC

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,572,055SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Por que não?

Hoje recebi um post no facebook, e me veio um estalo! Porque não fazer um blog juntando pequenas boas ações, que nos tiram da nosso...

Fórum para igualdade racial em SP dá oportunidades a profissionais negros

O III Fórum Sim à Igualdade Racial terá a participação da apresentadora Glória Maria.

Este homem compra e leva cafés todos os dias para pacientes com câncer nos EUA

Esta é a história de Harry Dandison Dewey, mais conhecido como Dan. Ele mora em Michigan, nos Estados Unidos, e ele compra um montão...

Idosa se diverte dançando samba tocado na casa de vizinho; veja o vídeo

Isolada em casa devido à pandemia de Covid-19, uma idosa foi 'flagrada' dançando um sambinha e se divertindo à vontade na varanda de casa. O...

Uber pagará motorista que parar por conta do coronavírus

E vamos de mais uma boa iniciativa? A Uber informou na terça-feira (17) que os motoristas que pararem por conta do coronavírus receberão ajuda...

Instagram