Pai com deficiência visual “enxerga” filho pela 1ª vez graças a ultrassom bordado pela mãe

0
1061

Para que um casal “funcione” desde o início, é muito importante que eles se aceitem exatamente como são, com todas as suas características e imperfeições.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

As virtudes e defeitos , além das particularidades de cada pessoa, devem estar incluídas na decisão de formar um relacionamento. Este casal de Mansfield, no Reino Unido, compreende isso muito bem.

No final do ano passado, Emma Fotheringham, grávida de 6 meses, fez uma surpresa muito especial para seu noivo, Nathan Edge, que é cego.

Enquanto aguardavam ansiosamente o nascimento de seu bebê (atualmente com 1 aninho de idade), a mamãe de primeira viagem fez um ultrassom para ver o tamanho e estado de saúde dele. No entanto, Nathan não pôde aproveitar este momento por causa de sua deficiência visual.

Pai com deficiência visual "enxerga" filho pela 1ª vez graças a ultrassom bordado pela mãe 3

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Foi aí que uma amiga da família, a treinadora de cães-guia Deb Fisher, teve uma ideia engenhosa para que o futuro papai pudesse vivenciar esse momento especial, assim como Emma o fez.

Para isso, Deb decidiu bordar à mão um dos ultrassons, para que Nathan tivesse uma ideia tátil de como era seu vindouro bebê. Emma achou a ideia o máximo e ajudou a amiga a fazer também, num trabalho em equipe. Assim, Nathan pôde contemplar uma imagem do filho pela primeira vez!

Pai com deficiência visual "enxerga" filho pela 1ª vez graças a ultrassom bordado pela mãe 4

“Ela disse que já havia bordado antes, mas adoraria tentar bordar nosso ultrassom para Nathan, para que pudéssemos experimentar essa alegria juntos. Eu não podia acreditar que alguém pudesse ser tão gentil e atenciosa como Deb. Agradeço muito por ela ter me ajudado nisso”, disse Emma à Revista People.

Deb, embora não tivesse tanta experiência na arte do bordado, fez um excelente trabalho com Emma. “Eu tinha a intenção de fazer alguns bordados, achei que não ia ser difícil, (mas) tinha muitas costuras e desajustes”, comentou.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

pai cego enxerga filho ultrassom bordado mãe

Emma e a amiga do casal precisaram de 40 horas de trabalho – cerca de 3 semanas, – para obter o resultado desejado. Foi difícil, mas saiu exatamente como planejado!

“Minha esposa estava ansiosa com isso por semanas. Mas ela não poderia me deixar descobrir até que tudo estivesse terminado. Eu estava muito animado, demorei alguns minutos para entender o que era a figura. Mas ultrassons de bebê são bastante difíceis de compreender (mesmo) quando você pode vê-los”, disse Nathan.

pai cego enxerga filho ultrassom bordado mãe

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“É emocionante se tornar pai… Um pouco assustador, mas definitivamente estou animado”, acrescentou ele, que esteve presente no parto do filho, no início deste ano.

Junto à Stone, viajamos o Brasil para mostrar negócios que muita gente acha que não daria certo na nossa terrinha – e dão! Veja o 8º EP da websérie E se fosse no Brasil?

Fonte: People
Fotos: Emma Fotheringham

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.