Pai com doença terminal leva filha ao altar deitado em uma maca

0
1666

Os convidados gritaram e aplaudiram quando Scott Nagy participou de casamento da filha Sarah sábado na Primeira Igreja Evangélica Luterana na Strongsville, em Ohio.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Foi uma promessa que fiz em março, para acompanhá-la até o altar”, disse o homem de 56 anos de idade.

“Ela é a minha princesa. Esta é a minha definição de caminhar até o altar.”

Nagy foi diagnosticado em 2012 com câncer na uretra, e desde então tem feito quimioterapia. E como já está em um estágio terminal da doença, os médicos disseram que talvez ele não conseguisse participar do casamento da filha, inicialmente marcado para 2014, mas, com a ajuda de fios de monitoramento escondidos sob seu smoking e um com uma traqueostomia, ele conseguiu fazer o trajeto até o altar, beijar seu neto que levava a aliança e manter a simpatia que lhe é inerente.

Scott participou de semanas intensivas de tratamento para conseguir estar no altar, com a ajuda de uma enfermeira que o ajudou a organizar a logística de entrar de maca ao casamento. “Não havia hipótese dele não participar, ele queria terminar isso” disse sua esposa Jean.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Conseguimos!” falou Nagy, pedindo à filha que não borrasse sua maquiagem.

casamento1

scott_nagy_weddingTERMINAL CANCER PATIENT, SCOTT NAGY, MAKES IT TO HIS DAUGHTER'S WEDDING CEREMONY

 

Dica do Etiene Gonçalves e Renato Serral Leal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.