Pai começou customizando fantasia para filho cadeirante e agora tem ONG para atender mais crianças

Quando Reese Davis tinha 3 anos de idade, seu filme favorito era “Wall-E”, da Pixar. E um dos seus desejos era se vestir como o personagem principal do filme para uma festa de Halloween.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mas Reese, que foi diagnosticado com neuroblastoma aos dois meses de idade, usa uma cadeira de rodas para se locomover. Seus pais sabiam que encontrar um traje em uma loja onde a cadeira de rodas de Reese coubesse, seria impossível.

Então, Lon Davis, o pai de Reese, teve uma ótima ideia: ele mesmo resolveu fazer a fantasia. Junto com sua esposa, Anita Davis, o casal fez um traje do robô Wall-E que pudesse se encaixar sobre a parte superior da  cadeira de rodas do filho. A fantasia ainda possuía  braços mecânicos, que Reese poderia operar de dentro do traje.

Depois do sucesso da primeira fantasia, todos os anos Reese dava uma ideia nova e seu pai descobria uma forma de conseguir bolar o traje, adaptado para a sua cadeira.

Então, no Comic-Con em Kansas City, Missouri ,Davis foi convidado a mostrar para outras famílias como fazer as fantasias. Davis percebeu que muitas famílias não teriam dinheiro para a compra de materiais para fazer as fantasias, e ele queria encontrar uma maneira de ajudar.

Ele lançou a Walkin ‘& Rollin’, uma organização sem fins lucrativos que cria fantasias gratuitamente para crianças que usam andadores e cadeiras de rodas.

As famílias podem solicitar uma fantasia através do site da Walkin ‘e Rollin’, e Davis trabalha com a família para projetar um traje com base no que a criança quer. Em primeiro lugar, Davis cria desenhos e conceitos de design e os envia para a criança aprovar. Com a ajuda de Reese, agora com 10 anos, ele começa a trabalhar construindo o traje de materiais como papelão, tubos de PVC e outros materiais de artesanato leves.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Reese me ajuda a compreender o que funciona para uma criança em uma cadeira de rodas e o que não”, disse Davis ao The Mighty.

Davis espera estabelecer uma rede de construtores voluntários em todo o país. Dessa forma, ele pode mais facilmente fazer as roupas para crianças fora da área de Kansas City. Ele também planeja expandir o Walkin ‘& Rollin’ para um canal de YouTube com vídeos para que as próprias famílias possam construir fantasias para suas crianças.

“Meu filho me disse recentemente que ele não pensa em sua cadeira de rodas como uma cadeira de rodas. Ele pensa nela como parte dele. Onde quer que vá, a cadeira de rodas vai”, Davis disse.

Veja algumas das fantasias:

 

Fonte: The Mighty – Fotos: Divulgação

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

985,943FãsCurtir
1,750,816SeguidoresSeguir
8,567SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Fábio Assunção dá a volta por cima um ano depois de virar ‘piada’ no Carnaval

É impressionante o quanto as coisas podem mudar em apenas um ano, né? Olha o caso do ator Fábio Assunção, 48 anos. No Carnaval do...

Bióloga que salvou Arara Azul da extinção vira personagem da Turma da Mônica

Na última terça-feira (11), foi celebrado o Dia Internacional das Meninas e Mulheres na Ciência. Para comemorar a data, a Mauricio de Sousa Produções...

USP retira coágulo de artéria no cérebro e devolve movimentos a vítimas de AVC

Cientistas adjuntos da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ribeirão Preto desenvolveram uma técnica eficaz na redução de quase a totalidade...

Neto faz “antes e depois” e homenageia avó em seu aniversário de 99 anos

A homenagem de um neto para sua avó no dia do seu aniversário de 99 anos comoveu as redes sociais nesta quinta-feira (13). Iury Neto,...

Juiz vai até a casa de idosa para lhe conceder aposentadoria

Um  caso incomum aconteceu há alguns meses, onde um juiz foi até a casa de uma senhora de 100 anos para conceder aposentadoria a ela. O...

Instagram