Pai de neonazista de Charlottesville escreve carta após filho ser identificado

Já que o presidente Donald Trump não dá um posicionamento definitivo – contra, evidentemente – sobre o protesto de grupos supremacistas brancos, racistas e neonazistas na cidade de Charlottesville, na Virgínia, que deixou dois mortos e 20 feridos, nos dias 12 e 13 de agosto, o pai de um dos manifestantes disse com todas as letras o que o mundo esperava que Trump dissesse.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO


Ouça a carta de Pearce Tefft e entenda como sua família está arrasada! Clique no play acima!

Isso foi possível graças a uma conta no Twitter que está identificando as pessoas que aparecem nas fotos da manifestação Unite The Right (Unir a direita), chamada Yes, You’re Racist (Sim, você é racista).

Peter Tefft foi identificado em uma dessas denúncias. Ele é filho de Pearce Tefft, que decidiu escrever uma carta aberta em um jornal local repudiando a orientação política do jovem, com enorme pesar e desapontamento.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Peter Tefft define o filho como um “nacionalista branco declarado”, que um dia chegou a dizer que “a questão sobre nós, fascistas, não é que não acreditemos em liberdade de expressão. Você pode dizer o que quiser. Nós vamos te jogar em um forno”.

Ele acredita que a carta é uma forma de impedir que o movimento neonazista continue avançando, ironicamente, nos Estados Unidos – o país combateu a Alemanha nazista de Adolf Hitler na Segunda Guerra Mundial. “Por favor, filho, renuncie ao ódio, aceite e ame a todos”, declarou.

Confira a carta na íntegra:

“Meu nome é Pearce Tefft, e escrevo a todos, a respeito do meu filho mais novo, Peter Tefft, um nacionalista branco declarado que tem aparecido em diversas reportagens locais nos últimos meses.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Na última sexta-feira meu filho viajou para Charlottesville, e foi entrevistado por uma equipe de jornalistas enquanto marchava ao lado de outros nacionalistas brancos, que alegadamente acabaram matando uma pessoa.

Eu, junto de todos os seus irmãos e de sua família, desejo contundentemente repudiar a retórica e as ações torpes, odiosas e racistas de meu filho. Não sabemos exatamente onde ele aprendeu tais crenças. Não foi em casa.

Tenho dividido minha casa e meu coração com amigos e conhecidos de todas as raças, gêneros e credos. Ensinei às minhas crianças que todos os homens e mulheres são iguais. Que temos de amar a todos igualmente.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Evidentemente Peter decidiu por desaprender tais lições, para desgosto e sofrimento meu e de sua família. Estávamos em silêncio até agora, mas agora vemos que isso foi um erro. Foi o silêncio de boas pessoas que permitiu que os nazistas florescessem da primeira vez, e é o silêncio de boas pessoas que está permitindo que floresçam agora.

Peter Tefft, meu filho, não é mais bem-vindo em nossas reuniões familiares. Eu rezo para que meu pródigo filho renuncie suas crenças odiosas e volte para casa. Só assim poderei novamente sorrir.

Suas opiniões de ódio estão trazendo retóricas de ódio na direção de seus irmãos, primos, sobrinhos e sobrinhas, assim como de seus pais. Somos culpados de tal associação? Novamente, nenhuma de suas crenças ele aprendeu em casa. Nós não aceitamos e jamais aceitaremos sua deturpada visão de mundo.

Ele certa vez disse, em tom jocoso: ‘a questão sobre nós, fascistas, não é que não acreditemos em liberdade de expressão. Você pode dizer o que quiser. Nós apenas vamos te jogar em um forno’.

Peter, você vai ter que atirar nossos corpos no forno também. Por favor, filho, renuncie ao ódio, aceite e ame a todos.”

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,561,690SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

[VÍDEO] Fisioterapeuta emociona o Brasil com bilhetinho afetuoso para paciente entubada com Covid-19

Nestes tempos caóticos que estamos vivendo, não podemos esquecer nem por um segundo de homenagear todos os profissionais da saúde trabalhando como nunca na...

Desconhecido dá carona pra advogado não perder viagem com a família e recusa pagamento de R$ 2 mil

”O Hallan é um cara simples. Ele reforça a crença de que estamos nessa vida para amar e ajudar os outros”, afirma o advogado.

Mesmo morando há anos num castelo de areia, morador de rua arrecada alimentos para quem precisa

Marcio Mizael mora em um famoso castelo de areia que ele mesmo construiu na praia da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Faz 30...

Menina transforma a vida de idoso que estava em luto e com depressão no dia do seu aniversário

Após conversarem, a menina perguntou para o idoso, chamado Dan, se eles poderiam ser amigos e se ele poderia tirar uma foto com ela para seu álbum de aniversário.

Catador que estudava com livros doados é aprovado em 2º lugar em curso de Medicina

Estudando com livros doados, o catador de recicláveis, Joel Silva, de 22 anos, foi aprovado em 2º lugar no curso de Medicina da Universidade...

Instagram