Pai despedido por assistir nascimento do filho recebe ajuda financeira e ofertas de emprego

O norte-americano Lamar Austin foi forçado a escolher entre ver o nascimento do seu filho, Cainan, ou trabalhar. Ele, é claro, escolheu acompanhar o nascimento do pequeno.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Lamar trabalhava em uma empresa de segurança e ainda estava em período de experiência. Ele soube que a esposa estava entrando em trabalho de parto no meio do serviço.

Ele até enviou uma mensagem de texto para o seu chefe explicando a situação, pedindo para ser liberado, mas teve um não como resposta: “Se você não estiver no trabalho até amanhã, vamos demiti-lo”.

Mas, a ameaça de demissão não foi suficiente para fazê-lo desistir da ideia de ir ao hospital ver o nascimento do filho, no dia 1º janeiro de 2017, em New Hampshire.

lamar-and-lindsay-austin-gofundme

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A história de Lamar foi parar nos jornais locais e chamou a atenção de Sara Persechino, uma advogada defensora da licença familiar remunerada. Ela criou uma campanha no site GoFundMe para conseguir uma ajuda financeira para a família até que Lamar arrumasse um novo emprego.

“Ninguém deveria escolher entre sua família e seu trabalho”, disse Sara. “Receber um novo bebê deve ser um momento de alegria”.

Desde que a campanha foi criada, cinco dias atrás, cerca de 250 pessoas doaram US $ 6.482,00 (aproximadamente R$ 20.783,00). E o mais legal, Lamar recebeu três ofertas de emprego!

17190584_1483743926-876

Veja também: Funcionária se atrasa, pede demissão, mas patrão surpreende com atitude louvável

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com informações do GoodNews Network / Fotos: Divulgação

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,269,708SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Ele largou a vida corporativa para abrir uma padaria com a cara do Brasil

'É melhor ser alegre que ser triste', esse foi o pensamento que levou o empresário baiano Marcelo Martins a criar a Padaria Alegria, no...

Grávidas carentes do Piauí ganham mini berços de papelão tradicionais da Finlândia

Duas grávidas de comunidade carentes receberam um presentão de uma campanha solidária. Elas ganharam um mini berço e algumas peças do enxoval do bebê. A...

Nesta vila em Bali todos os moradores se comunicam usando língua de sinais, mesmo os não-surdos

Em um pequena vila em Bali, chamada Bengkala, todos os seus habitantes, que são cerca de 3 mil, são fluentes em kata kolok, uma língua de...

Sem-teto é saudado com herói após salvar mulher que pulou de ponte

O sem-teto estava acampado debaixo da ponte quando a mulher tentou cometer suicídio.

Instagram

Pai despedido por assistir nascimento do filho recebe ajuda financeira e ofertas de emprego 3