Pai manda resposta perfeita após fantasia de Cruella de Vil de seu filho sofrer ataques preconceituosos

Como a maioria sabe, a festa de Halloween é super tradicional nos Estados Unidos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Lá, crianças se fantasiam e saem pelas ruas fazendo a brincadeira do “Doces ou Travessuras”.

Em um destes anos, Liam, de 9 anos, quis ir de Cruella De Vil e, infelizmente, isso incomodou algumas pessoas que se sentiram no direito de reprovar e criticar.

A família de Liam é composta por dois pais, uma irmã gêmea e uma irmã mais velha.

“Ele se envolve na criação e no desenho das roupas”, conta Will Hutt, um de seus pais. “Nós o incentivamos a fazer o que quer. Ele é uma criança, e o Halloween é uma forma excelente de expressar a criatividade.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Liam se fantasiando de Cruela Cruel

Liam já se fantasiou de Cisne Negro, Cleópatra e Medusa. “Parece que ele está mais interessado no processo criativo e na excentricidade do traje que em se vestir ou se fazer passar por mulher, apesar de que, se fosse isso que ele desejasse, eu ainda o apoiaria”, explicou Will.

Após compartilhar fotos do filho fantasiado no Facebook, além de elogios, recebeu comentários preconceitos, como esse: “Tenho que dizer que isso é completamente inapropriado, e não acredito que um pai possa fazer isso com seu filho! Desculpa se eu estou ofendendo você ou seus amigos, mas acho que isso é errado!”.

A resposta foi certeira: “Nós lidamos com esse tipo de pessoa de mente pequena diariamente. Todos têm direito a uma opinião. Eu sempre apoiarei e incentivarei a criatividade dos meus filhos com alegria e sem pedir desculpas.”

“É típico que as pessoas suponham que, porque ele tem dois pais, nós o levamos para esse caminho de alguma forma”, Will relatou ao site. “Não é verdade. Nós discutimos com ele a possibilidade de que ele poderia encontrar reações negativas ao vestir esse tipo de fantasia na escola ou quando saísse para pedir doces. Felizmente, ele está numa escola excelente e tem amigos muito legais, que não lhe causaram problemas. Eu não peço o aplauso ou aceitação de outros pais. Eu compreendo totalmente que muitos enxergam algo errado nisso, mas fico perplexo com as críticas.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

bigot

“Muitas das fantasias que são consideradas aceitáveis para garotos têm algo a ver com sangue, carnificina e assassinos”, finaliza. “Isso é melhor [que se fantasiar de Cruella De Vil]? Deixe cada um na sua. Ele tem 9 anos. Mais crianças deveriam ter permissão para explorar seus interesses sem represálias.”

cruela-liam1

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,839,477SeguidoresSeguir
24,786SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Papagaio salva a vida de seu dono em um incêndio gritando seu nome enquanto ele dormia

Se Anton Nguyen já amava seu papagaio Eric, agora ele lhe deve a vida inteira! O homem dormia, quando sua casa começou a incendiar...

Garoto de 15 anos inventa sensor que ajuda pessoas com Alzheimer

Kenneth Shinozuka tem apenas 15 anos e seu avô tem Alzheimer. Ao passar do tempo foi percebendo que sua família tinha muita dificuldade de...

No Maranhão, morador reforma cadeiras de rodas de pessoas carentes

Direto do bairro Vila Cafeteira, em São José de Ribamar (MA), um morador vem beneficiando a vizinhança e o município maranhense por meio de uma...

Este app aproxima pais com bebês prematuros que estão em incubadoras

O app permite que a mãe grave seus batimentos cardíacos e outros sons suaves. Um alto-falante especial na incubadora do hospital reproduz o áudio, que a tecnologia da Samsung "abafa" para melhor imitar o ambiente no útero.

Caminhoneira trans Afrodite estrela campanha da Shell pela diversidade

A gigante petrolífera Shell lançou na segunda-feira passada (3) uma peça publicitária cujo personagem principal é uma mulher trans caminhoneira. A peça faz parte da...

Instagram

Pai manda resposta perfeita após fantasia de Cruella de Vil de seu filho sofrer ataques preconceituosos 3