Pai faz tatuagem igual à cicatriz que filha de 4 anos tem no peito após cirurgia cardíaca

Os pais de uma menina de 4 anos que passou por três cirurgias de coração aberto antes de seu primeiro aniversário fizeram suas primeiras tatuagens para mostrar à filha que ela não está sozinha – nunca!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Matt Backe, de Crystal Lake, Illinois (EUA), fez uma tatuagem no peito que imita exatamente a cicatriz que sua filha, Everly, tem de suas cirurgias.

Everly, a quem sua família chama de Evie, nasceu com um defeito cardíaco congênito crítico que exigiu que ela passasse por sua primeira cirurgia de coração aberto aos 3 dias de idade.

A família chama sua cicatriz – que terá que ser aberta novamente quando Everly passar por futuras cirurgias cardíacas – de “zíper”, porque é aquele que os médicos abrem e fecham para fazê-la se sentir melhor, de acordo com a mãe de Everly, Lauren Backe.

bebê dormindo

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

À medida que Everly crescia e se tornava mais consciente de sua cicatriz, Matt Backe disse que teve a ideia de se tornar seu “companheiro de zíper”.

“Eu ouvi Evie fazer menção sobre o ‘zíper’, apenas fazendo mais perguntas do que o habitual”, explicou ele. “Meu pensamento era que se eu conseguisse algo que fosse uma réplica disso, poderíamos ser ‘amigos do zíper’ e ela não teria aquela sensação de estar sozinha.”

Matt Backe disse que um tatuador local conseguiu recriar a cicatriz de Everly em seu peito olhando uma foto de Everly.

Nas semanas desde que ele fez a tatuagem em meados de janeiro, ele disse que Everly muitas vezes aponta para sua tatuagem e aponta para sua cicatriz e percebe as semelhanças. Lindo demais! ❤️

pai e filha

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Everly disse sobre a tatuagem de seu pai: “Ele não queria que eu ficasse sozinha. Ele queria ser especial como eu”.

Seu irmão mais velho, Jack, de 10 anos, disse aos pais que quer fazer a mesma tatuagem quando fizer 18 anos.

“Realmente me deixa feliz que eles pareçam iguais”, disse ele sobre Everly ter um “amigo de zíper” em seu pai.

Pai faz tatuagem igual à cicatriz que filha de 4 anos tem no peito

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

E quando Matt chegou em casa com sua tatuagem, inspirou sua esposa, Lauren, a fazer sua primeira tatuagem. Ela agora tem uma tatuagem de linhas de eletrocardiograma, que mostram uma frequência cardíaca, em seu antebraço, ao lado das primeiras iniciais de Jack e Everly.

Lauren disse que postaram fotos de suas tatuagens no Facebook para mostrar sua família e amigos, que esperavam ficar chocados, mas ficaram “deslumbrados” com as respostas.

tatuagem no braço

“Muitas pessoas [com defeitos cardíacos congênitos] estenderam a mão e disseram: ‘Eu tinha uma cicatriz enquanto crescia e costumava cruzar os braços quando estava na piscina porque estava constrangida com isso. Eu realmente poderia me relacionar com isso'”, disse Lauren Backe. “Ficamos muito honestamente impressionados com todas as pessoas que entraram em contato e todo o apoio.”

Lutando por uma cura

Os Backes disseram que souberam das complicações cardíacas de Everly quando Lauren Backe estava grávida de 33 semanas.

Eles encontraram um hospital que poderia tratá-la, e Everly passou o primeiro mês de sua vida em uma unidade especializada em cardiologia pediátrica.

pai cuida da filha recém-nascida hospitalizada

Uma vez que ela estava em casa, Everly permaneceu com um tubo de alimentação e um tanque de oxigênio por vários meses, e a família teve que fazer consultas médicas semanais, uma viagem de ida e volta de 180 km de sua casa.

“Ela passou muito dos primeiros 13 meses de sua vida entrando e saindo do hospital”, disse Lauren. “Mas ficamos gratos que eles nos ensinaram tanto que também poderíamos estar em casa.”

Agora, aos 4 anos, Everly pode frequentar a pré-escola e ter aulas de dança, embora se canse facilmente e esteja sob um regime pesado de medicação.

Eles disseram que com mais cirurgias cardíacas esperadas em seu futuro, eles esperam que a tecnologia e a pesquisa sobre defeitos cardíacos congênitos continuem se desenvolvendo para que Everly e outras crianças como ela possam ter uma vida longa e saudável.

“Nossa esperança para Evie é que ela viva a vida que ela quer viver”, disse Lauren Backe. “Evie quer ser mamãe. É isso que ela quer ser quando crescer, então espero que o coração de Evie seja forte o suficiente para ela ser mamãe.”

“Evie queria estar em um recital de dança e ela conseguiu ser um pinguim em ‘O Quebra-Nozes’ em dezembro, então esperamos que as coisas que ela quer fazer, ela seja capaz”, disse ela.

família reunida

Defeitos cardíacos congênitos são o tipo mais comum de defeito de nascença. Cerca de 1 em cada 4 bebês nasce com um defeito cardíaco congênito crítico que requer cirurgia ou outros procedimentos no primeiro ano de vida, de acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças.

As causas dos defeitos cardíacos congênitos em bebês são, na maioria dos casos, desconhecidas, e o tratamento depende do tipo e gravidade do defeito.

Os Backes disseram que estão falando sobre a condição de Everly na esperança de aumentar a conscientização e garantir que outras famílias não sofram sozinhas. Durante  o mês de fevereiro, o Mês do Coração Americano, a família tem ajudado as escolas a lançarem o “Kids Heart Challenge da American Heart Association”.

“Nós nos sentimos muito sozinhos quando recebemos o diagnóstico de Everly, e não é porque não temos família e amigos incríveis, mas não conhecíamos mais ninguém passando por isso, e parecia que éramos apenas nós”, disse Lauren Backe. “E então encontramos algumas outras famílias do coração, e nos tornamos amigos delas porque você se relaciona de uma maneira diferente.”

Ela acrescentou: “Há muita positividade que sai disso”.

Fonte: The Week / Crescer
Fotos: Arquivo pessoal

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,806,528SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Inglaterra tem primeiro dia sem mortes por Covid em um ano e premiê incentiva população a se abraçar

O primeiro ministro da Grã-Bretanha, Boris Johnson, incentivou a volta dos abraços entre os britânicos após a Inglaterra não registrar nenhuma morte por Covid-19...

Holanda inaugura primeiro parque flutuante feito de plástico da Europa

A cidade de Roterdã, segunda maior da Holanda, inaugurou o primeiro parque flutuante feito de plástico reciclado da Europa.

A argumentação de uma criança para não comermos carne

Não sou vegetariano, mas confesso que de todos os adultos que ouvi me dizerem para não comer carne, essa criança, chamada Luiz Antônio, foi...

Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos institui as Colheitas da Solidariedade

Produtos da horta orgânica do espaço educativo e cultural da Light no interior do estado do Rio de Janeiro serão doados para instituições locais

Instagram

Pai faz tatuagem igual à cicatriz que filha de 4 anos tem no peito após cirurgia cardíaca 4