Pai de vítima consola mãe de sequestrador morto na Ponte Rio-Niterói

“Tentei passar um pouco de conforto para ela, que perdeu um filho”, disse Paulo César Leal, pai de uma das vítimas do sequestro do ônibus na Ponte Rio-Niterói. Paulo tentou consolar a mãe do sequestrador, morto na manhã desta terça-feira (20), com um abraço sincero e afetuoso, demonstrando que existe dor dois lados!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A filha de Paulo, a professora Raiane Leal, 23 anos, estava entre os 37 reféns de William Augusto da Silva, 20 anos. Paulo acompanhou Raiane até a Delegacia de Homicídios para prestar depoimento e chegando lá, encontrou a mãe de William.

“Sou evangélico e acredito que, como cristão, temos que amparar essa mãe. Tentei passar um pouco de conforto para ela, que perdeu um filho”, disse Paulo.

O aposentado soube do sequestro pela televisão, mas não pensou que a filha pudesse ser uma das vítimas.

“Eu soube do sequestro pela televisão, mas não imaginava que a minha filha pudesse estar nesse ônibus, porque ela sempre sai de casa mais cedo. Quando eu vi a primeira vítima sendo liberada, vi que ela tinha exatamente os mesmos traços da minha filha. Fiquei completamente assustado com o que vi mas, ao mesmo tempo, senti um alívio muito grande em saber que ela estava saindo”, contou.

Logo após ser liberada, Raiane entrou em contato com a família por telefone para dizer que estava tudo bem.

Segundo alguns reféns, William parecia estar calmo e dizia a todo momento que não queria machucar ninguém – mas também que só sairia dali morto.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Ele dizia que queria entrar para a História e que a gente teria muita história para contar para nossos amigos e família hoje, mas que ele ia morrer”, contou uma das vítimas.

Fonte: OFLUMINENSE/Foto: Douglas Macedo

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

987,714FãsCurtir
1,763,678SeguidoresSeguir
8,639SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem cria escola de lona para alunos carentes em Tocantins e internautas criam vaquinha

Com alguns tecidos, plásticos e madeiras que encontra no lixão, jovem construiu a sua escolinha de reforço. Mas quando chove, ele perde tudo.

Pitbull resgatado de “rinha” não para de sorrir no novo lar

Publicamos no final do ano passado o resgate de 33 pitbulls de uma “rinha” em Itu (SP). O estado dos cães era muito triste. Hoje,...

Menino vende desenhos no portão de casa para ajudar a família e comprar telas

Kayque coloca seus desenhos à venda no portão de casa por R$1,50 para conseguir dinheiro para as telas e para ajudar a família.

Cadeirante que faz entregas em SP sonha ter cadeira motorizada e internautas criam vaquinha

Conheçam o Luciano Oliveira, 44 anos, cadeirante que ficou conhecido por trabalhar como entregador de comida por aplicativo.

Ortobom doa 500 colchões para vítimas de chuva em Raposos (MG)

A Região Metropolitana de Belo Horizonte foi a mais afetada pelas fortes chuvas que caíram em Minas Gerais nas últimas semanas. Um exemplo é...

Instagram