Pais casam às pressas para que filho pudesse participar do momento

Fran e Nathan Jones, da Nova Zelândia, correram contra o tempo para organizar um casamento para 120 convidados. A festa aconteceu no último sábado (22) para que o filho caçula pudesse participar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O filho mais novo do casal, Nash, de apenas 1 ano e três meses, foi diagnosticado com uma síndrome rara, chamada Lesch-Nyhan Syndrome, provocada por uma mutação genética, que causa uma série de problemas nos rins e deficiências físicas e mentais. As informações são do site da revista Crescer.

Leia também: Garotinho de 6 anos não contém a emoção no casamento dos pais

Um dos sintomas mais cruéis da doença é automutilação. Isso significa que a qualquer momento o pequeno pode começar a morder os próprios dedos ou a língua, bater a cabeça na parede e até machucar os próprios olhos.

Pais casam às pressas filho pudesse participar momento

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Os pais decidiram que fariam o casamento o mais rápido possível porque queriam toda a família reunida. Fran e Nathan também são pais de Jess, 9 anos, e Quinn, 2. Felizmente, eles receberam doações de diversas pessoas para conseguir realizar a cerimônia com a presença de Nash.

Apesar de ter sido anunciado e planejado em cima da hora, apenas dois, dos 120 convidados, não foram ao casamento. “Nos sentimos tão amados. Foi muito, muito especial e não houve nenhum estresse”, disse Fran ao site Stuff.

Os médicos recomendaram que o pequeno Nash fizesse uma arriscada cirurgia de transplante de célula-tronco para tentar prevenir os comportamentos de automutilação. Foi por essa razão que os pais decidiram se casar logo, já que as chances do pequeno sobreviver à cirurgia são de 10 a 20% apenas.

Pais casam às pressas filho pudesse participar momento

“Precisávamos nos casar e tê-lo ali conosco se houvesse uma chance dele não resistir. Precisamos fazer nossas memórias agora”, explica Fran.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Nash ainda não fez a cirurgia porque é um procedimento caro. Os pais criaram uma campanha de financiamento coletivo para levantar os recursos necessários e poder pagar as despesas médicas do menino.

crédito das fotos: Reprodução/Instagram

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,824,688SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Senhor que vendia seus desenhos para sobreviver nas ruas, agora terá sua própria exposição de arte

Don Baldemar é morador de rua e vive em uma praça na Cidade do México. Ele faz desenhos e os vende para sobreviver. Após...

Flashmob com orquestra sinfônica: isso é que é classe!

Já vimos vários flahsmobs pelo mundo, mas duvido que um com tanta classe e competência. Esse flashmob foi feito em comemoração dos 130 anos...

Após repercussão, “menino do wi-fi” ganha internet, notebook, bolsa de estudos e vaquinha bate 50 mil!

É isso, minha gente! Ontem (8), contamos a história do Willian, que pega emprestado o Wi-Fi de um açougue para estudar no banco de...

Conheça a embalagem de xampu feita de sabão que desaparece conforme o uso

A conscientização crescente das pessoas sobre as consequências e efeitos nocivos do plástico no meio ambiente tem inspirado inúmeras soluções e iniciativas sustentáveis no mundo...

Dez imagens para você continuar a ter razões para acreditar

Imagens valem mais que mil palavras. Ainda mais quando nos fazem recobrar a fé em um mundo melhor. Veja esses belos dez momentos capturados...

Instagram