Pais fazem tatuagem na barriga em solidariedade ao filho que tem diabetes tipo 1

Alguns pais fazem tatuagem com o nome dos filhos. Mas Philippe Aumond e Camille Boivin fizeram uma tatuagem diferente em homenagem ao filho Jacob, 5 anos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Tudo começou quando o garoto foi diagnosticado com diabetes tipo 1 em 2009 e passou a tomar muitas injeções de insulina todos os dias. Os pais, então, começaram a arrecadar fundos vendendo pulseiras com a mensagem “Juntos por Jacob”. Após um ano, eles conseguiram mais de R$ 25 mil, suficiente para comprar uma bomba de insulina e o sistema de monitorização contínuo.

A bomba foi entregue ao garoto como presente de Natal. “Foi muito especial para Jacob e ficamos emocionados quando vimos o seu sorriso ao ver a bomba”, disse Camille, ao jornal canadense Huffpost Living. O objetivo do aparelho é substituir as 5 injeções que o garoto tinha que tomar por dia.

1323354210389_ORIGINAL

Jacob ficou tão feliz que dormiu com o aparelho na mesma noite, mesmo sem estar funcionando. Após conectar o aparelho ao corpo, os pais ficaram receosos para saber se o filho se adaptaria. “Felizmente, deu tudo certo. Jacob se acostumou com o aparelho, mas se sentia diferente das outras pessoas”, conta Camille.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Os pais explicaram a ele que todas as pessoas são diferentes. Algumas usam óculos, outras cadeiras de rodas. Algumas são altas, baixas e assim por diante. Mas não deu muito certo. “Ele tinha apenas 4 anos e não entendia porque tinha que ficar com aquele aparelho acoplado ao seu corpo”, diz Phillippe.

Por isso, Phillippe e Camille decidiram fazer uma tatuagem em solidariedade ao filho. Eles tatuaram uma bomba de insulina na barriga de cada um. “Na verdade, nenhum pai quer que seu filho se sinta excluído, por isso, não pensamos duas vezes antes de fazer essa demonstração de amor a ele. Agora, cada vez que alguém pergunta o que Jacob carrega embaixo da camiseta, nós três levantamos a blusa e respondemos: uma bomba de insulina”, conta Camille.

Tatouage pompe

Fonte: Revista Crescer

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,493,634SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Monge tibetano adota 170 crianças que perderam família depois de terremoto

Você já pensou em ter um filho? ou dois? E que tal 170? Esse é a quantidade de crianças que o monge budista tibetano...

Churrascaria distribui marmitas para caminhoneiros em meio à pandemia (MT)

Em meio à pandemia do coronavírus, temos o registro de mais uma linda iniciativa dos brasileiros. Uma churrascaria da cidade de Várzea Grande (MT) se...

Como um movimento está promovendo a causa do voluntariado no Brasil e no mundo

Certa vez publicamos um relato da Raquel Caprara, onde ela fala de sua experiência fazendo trabalho voluntário e o quanto essa experiência transformou (e...

Oficina de “desprincesamento” combate o sexismo e empodera meninas no Chile

As atividades são divididas em seis módulos na Casa de Cultura da cidade. São realizados debates, aulas de defesa pessoal, cantorias e atividades manuais.

Garota com Síndrome do Encarceramento acorda após sua mãe tocar piano

Imagine a seguinte situação: após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) ou uma lesão cerebral traumática, você acorda num hospital com a consciência em...

Instagram