Pais pintam gesso de filho com síndrome rara para tornar mais leve recuperação

Lucas nasceu em abril de 2014 após uma gestação de alto risco. Ele foi desacreditado pelos médicos, que não previam expectativa de vida para o bebê, diagnosticado com a Síndrome Fêmur Facial.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A doença, que afeta os membros inferiores, incluindo o quadril, fêmur, joelho e pé, limita a locomoção do menino e deixa sua saúde física bastante instável.

Por cinco anos, seus pais buscaram uma cirurgia para melhorar a qualidade de vida do pequeno Lucas.

 

Ver essa foto no Instagram

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Uma publicação compartilhada por Razões Para Acreditar (@razoesparaacreditar) em

Felizmente, em maio do ano passado, eles conheceram um médico de Curitiba (PR), especialista em uma técnica recente, desenvolvida nos EUA, que poderia se aplicar à síndrome do menino.

Leia também: Conheça o Osteoid: protótipo inovador que promete substituir o gesso

Após muitas análises e exames, foi estabelecido que o procedimento seria dividido em duas grandes cirurgias: uma para cada lado do corpo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A primeira foi realizada com sucesso no dia 9 de dezembro do ano passado. Lucas foi engessado do pé direito à barriga.

pais gesso filho sindrome rara recuperação

“Menino de Ferro”

Para tornar mais leve essa difícil fase da vida de Lucas, antes de mais nada uma criança que deveria estar brincando com os amigos e estudando na escola, seus pais pintaram seu gesso com o tema do super-herói preferido do garoto.

Leia também: Jovem que construiu ‘perna caseira’ com R$ 40 ganha prótese de empresário e parou de usar gesso

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

pais gesso filho sindrome rara recuperação

Batizado de “Menino de Ferro”, Lucas tem conscientizado pessoas de todo o Brasil sobre a sua síndrome, considerada extremamente rara e pouco estudada pela comunidade científica, estimulando os médicos a desenvolverem tratamentos específicos para indivíduos com a Síndrome Fêmur Facial.

Enquanto se prepara para sua segunda cirurgia, Lucas faz fisioterapia para fortalecer a musculatura e conta com o apoio de seus seguidores no Instagram. Seja mais um apoiador do Luquinhas clicando aqui.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fotos: Reprodução / Instagram

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,827,323SeguidoresSeguir
24,592SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Estudante recicla coletes salva-vidas abandonados na praia para criar mochilas para refugiados

Uma estudante foi trabalhar como voluntária em Lesbos. Ao chegar lá notou a quantidade absurda de lixo plásticos descartado nas praias, principalmente coletes salva-vidas. Então...

Menino chora ao ser denunciado por vender água na rua, comove web e ganha vaquinha

Gabriel é um garotinho de 11 anos que foi trabalhar na rua para ajudar no sustento da casa. Ele mora com a mãe e três...

Google Maps adiciona rota da Parada LGBT para facilitar a vida de todo mundo

Quem aí vai na Parada LGBT de SP? A gente aqui do Razões vai estar lá! Acompanhe inclusive no nosso instagram. E para ajudar as...

Aos 87 anos, viúva é pedida em casamento por quem a amou a vida toda

Nunca é tarde para viver um novo amor! ♥

Instagram

Pais pintam gesso de filho com síndrome rara para tornar mais leve recuperação 3