Pais pintam gesso de filho com síndrome rara para tornar mais leve recuperação

Lucas nasceu em abril de 2014 após uma gestação de alto risco. Ele foi desacreditado pelos médicos, que não previam expectativa de vida para o bebê, diagnosticado com a Síndrome Fêmur Facial.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A doença, que afeta os membros inferiores, incluindo o quadril, fêmur, joelho e pé, limita a locomoção do menino e deixa sua saúde física bastante instável.

Por cinco anos, seus pais buscaram uma cirurgia para melhorar a qualidade de vida do pequeno Lucas.

 

Ver essa foto no Instagram

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Uma publicação compartilhada por Razões Para Acreditar (@razoesparaacreditar) em

Felizmente, em maio do ano passado, eles conheceram um médico de Curitiba (PR), especialista em uma técnica recente, desenvolvida nos EUA, que poderia se aplicar à síndrome do menino.

Leia também: Conheça o Osteoid: protótipo inovador que promete substituir o gesso

Após muitas análises e exames, foi estabelecido que o procedimento seria dividido em duas grandes cirurgias: uma para cada lado do corpo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A primeira foi realizada com sucesso no dia 9 de dezembro do ano passado. Lucas foi engessado do pé direito à barriga.

pais gesso filho sindrome rara recuperação

“Menino de Ferro”

Para tornar mais leve essa difícil fase da vida de Lucas, antes de mais nada uma criança que deveria estar brincando com os amigos e estudando na escola, seus pais pintaram seu gesso com o tema do super-herói preferido do garoto.

Leia também: Jovem que construiu ‘perna caseira’ com R$ 40 ganha prótese de empresário e parou de usar gesso

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

pais gesso filho sindrome rara recuperação

Batizado de “Menino de Ferro”, Lucas tem conscientizado pessoas de todo o Brasil sobre a sua síndrome, considerada extremamente rara e pouco estudada pela comunidade científica, estimulando os médicos a desenvolverem tratamentos específicos para indivíduos com a Síndrome Fêmur Facial.

Enquanto se prepara para sua segunda cirurgia, Lucas faz fisioterapia para fortalecer a musculatura e conta com o apoio de seus seguidores no Instagram. Seja mais um apoiador do Luquinhas clicando aqui.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fotos: Reprodução / Instagram

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,636,434SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Etiópia planta 350 milhões de mudas de árvores em apenas 12 horas

A Etiópia acaba de quebrar o recorde mundial de maior plantio de mudas de árvores em um único dia: 350 milhões de mudas! O recorde...

Após buscar a igreja para “se curar”, ela só foi feliz ao se aceitar como transexual

Alee (Alessandra Prates) como gosta de ser chamada, fala muito sobre sua infância, que desde pequena já gostava de brincadeiras e brinquedos de meninas. Ela diz...

[VÍDEO] Motociclistas viajam 312 km pelo MS para animar veterano da 2ª Guerra Mundial

O grupo Germanus MCLE (Moto Clube Law Enforcement) foi criado para homenagear os veteranos da FEB (Força Expedicionária Brasileira) e neste final de semana,...

Conheça Chloe Dorsey, heroína que abriu grade de ferro para salvar cervo [VÍDEO]

“Eu não tinha força suficiente para dobrar [a grade] para ser libertá-lo. Olhei em volta para ver se havia alguém para ajudar, mas não havia”, declarou a super-heroína.

Bilionário egípcio negocia a compra de duas ilhas na Grécia para abrigar refugiados

Mostramos aqui o multimilionário que está usando sua fortuna para ajudar refugiados e hoje outra pessoa que podia estar lá, em sua vida confortável...

Instagram