Pais fazem mini-videolocadora para alegrar filho autista

Em tempos de Netflix e outras plataformas de vídeo sob demanda, o fechamento de uma videolocadora não causa surpresa para a maioria das pessoas, mas causou em especial para um pai que tem um filho autista.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Este não é o caso de um jovem autista de 20 anos, morador do Estado do Texas, nos EUA. O jovem, que não teve a identidade revelada, ficou muito triste com o fechamento da videolocadora onde sua família costumava alugar filmes. As informações são do Daily Mail.

Após verem o quão triste o filho ficou, os pais do jovem decidiram construir uma mini-videolocadora na casa da família. Assim, a rotina do jovem voltaria a ser como antes, recheada de momentos de felicidade e nada de tristeza.

pais fazem mini-videolocadora filho autista

O irmão mais velho do jovem, Javier Zuniga, postou no Twitter fotos da inauguração do espaço e da reação do irmão. Rapidamente, várias pessoas começaram a expressar sua gratidão pelo gesto da família Zuniga. O post recebeu mais de 130 mil curtidas e mais de 35 mil compartilhamentos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

pais fazem mini-videolocadora filho autista

Leia também:

Escolas em todo mundo estão cancelando o evento do Dia das Mães após incidentes traumáticos

Chris Pratt usa língua de sinais para pedir desculpas por gafe com pessoas surdas

Criança se diverte enquanto bombeiros tentam tirá-la de dentro do carro

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ao mesmo tempo, alguns usuários questionaram a real necessidade da família construir uma mini-videolocadora em casa, quando ela poderia apresentar ao jovem as maravilhas da internet.

Mas, a coisa não é tão simples assim, como explicam os especialistas da National Autistic Society: “Obsessões, comportamento repetitivo e rotinas podem ser uma fonte de prazer para as pessoas autistas e uma maneira de lidar com a vida cotidiana”.

pais fazem mini-videolocadora filho autista

Portanto, o gesto da família Zuniga nos ensina que a rotina é uma ótima companheira para pessoas com autismo, e que esse direito deve ser assegurado e respeitado.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Direto da redação do Razões:

Você acha que tricô é coisa apenas de vovó?
Assista esse emocionante video em homenagem às mães e, quem sabe, você muda de opinião:

Foto: Reprodução Twitter

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,838,442SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Catador de recicláveis mantém escola para crianças carentes em Olinda há 34 anos

Existem pessoas que fazem de tudo para mudar a realidade de crianças carentes que não tem acesso à escola, principalmente em regiões distantes dos...

Câmara do Rio aprova distribuição gratuita de absorventes em escolas municipais

Pouco abordada e debatida no Brasil, a pobreza menstrual, isto é, a falta de condições financeiras para a compra de produtos de higiene, como absorventes,...

Mulher faz agradecimento emocionante à namorada do seu ex-marido

Ela agradeceu a namorada do seu ex-marido por cuidar da sua filha quando a pequena está na companhia do pai.

Garoto de 7 anos já salvou mais de mil cachorros de serem sacrificados

Roman McConn é realmente um grande herói. Com apenas 7 anos de idade, ele resgatou mais de 1.000 cachorros que seriam sacrificados. O jovem é o...

Menina que se identificou com Maju conta sua admiração pela jornalista: ‘Cabelinho igual o meu’

“Gosto da Maju, porque meu cabelinho é igual o dela, é muito lindo, olha! Ela é bonita. Minha mãe que arruma meu cabelo”, comentou Maria Alice.

Instagram