Para alertar sobre desaparecimento de crianças, campanha faz intervenção com obra de Renoir

Difícil imaginar o que os pais sentem ao perceber que seu filho desapareceu. Tão complicado quanto se colocar no lugar de quem passa por isso, infelizmente, é encontrar a criança sumida.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Geralmente, este tipo de tragédia só tem final feliz com a ajuda da própria população. “Mais de 9 mil pessoas estão desaparecidas no estado de São Paulo. Qualquer informação ajuda”, dizem em sua página oficial no Facebook.

Pensando nisso, o Ministério Público do Estado de São Paulo criou o PLID (Programa de Localização e Identificação de Desaparecidos), que está usando as redes sociais para divulgar e pedir informações.

Além disso, desenvolveram uma campanha, junto com a agência VML, em que o famoso quadro “Rosa e Azul” (1881), de Pierre-Auguste Renoir, parte do acervo do MASP, aparece sem uma das meninas.

Leia também: Ação realizada na Argentina ajudou a divulgar crianças desaparecidas com QR codes

“Qual a sensação de se defrontar com um dos quadros mais famosos do mundo, porém, incompleto? Para chamar a atenção sobre a gravidade que é o desaparecimento de uma criança, o Programa de Localização e Identificação de Desaparecidos (PLID), do Ministério Público do Estado de São Paulo, lança nova campanha em que uma das meninas do quadro “Rosa e Azul” (1881), de Pierre-Auguste Renoir, é apagada.  Com criação da VML, agência pro-bono do MP-SP desde 2014, a campanha também apresenta depoimentos de mães de crianças desaparecidas que compartilham seu sofrimento”, explicam na descrição do vídeo em seu canal oficial.

“Se uma criança faz falta em um quadro, imagine em uma família”, lê-se em seu post no Facebook.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

quadro quadro2

quadro3

Fonte: B9

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

987,742FãsCurtir
1,763,992SeguidoresSeguir
8,642SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem cria escola de lona para alunos carentes em Tocantins e internautas criam vaquinha

Com alguns tecidos, plásticos e madeiras que encontra no lixão, jovem construiu a sua escolinha de reforço. Mas quando chove, ele perde tudo.

Pitbull resgatado de “rinha” não para de sorrir no novo lar

Publicamos no final do ano passado o resgate de 33 pitbulls de uma “rinha” em Itu (SP). O estado dos cães era muito triste. Hoje,...

Menino vende desenhos no portão de casa para ajudar a família e comprar telas

Kayque coloca seus desenhos à venda no portão de casa por R$1,50 para conseguir dinheiro para as telas e para ajudar a família.

Cadeirante que faz entregas em SP sonha ter cadeira motorizada e internautas criam vaquinha

Conheçam o Luciano Oliveira, 44 anos, cadeirante que ficou conhecido por trabalhar como entregador de comida por aplicativo.

Ortobom doa 500 colchões para vítimas de chuva em Raposos (MG)

A Região Metropolitana de Belo Horizonte foi a mais afetada pelas fortes chuvas que caíram em Minas Gerais nas últimas semanas. Um exemplo é...

Instagram