Paramédica interrompe próprio casamento para socorrer vítimas de acidente

Era o grande dia, tudo pronta, vestido de noiva, maquiagem, era só dizer sim.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Porém, a paramédica Sarah Ray, de 29 anos, do Tennessee, EUA, não pensou duas vezes ao saber que alguns familiares – o avô, a avó e o pai – se envolveram em um acidente de trânsito.

“Nós ainda estávamos na igreja. Paul, meu marido, e eu somos paramédicos e vários dos nossos padrinhos e madrinhas também. Meu pai, avó e avô foram para a recepção e todos nós ficamos para trás. Ficamos sabendo que eles que tinham sofrido um acidente e o carro tinha sido destruído”, contou a noiva ao portal ABC News.

O casal correu para o local e prestaram socorro às vítimas que, felizmente, tiveram apenas leves escoriações.

“Eu confiei que meus colegas sabiam o que estavam fazendo. Nós só fomos até lá para checar a situação. Não importa se é o dia do seu casamento ou não.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A foto tirada por sua mãe, em que ela aparece ainda com seu vestido de noiva em frente às ambulâncias e carros de polícia, viralizou na internet e teve mais de 5 mil compartilhamentos.

“Nós atendemos ocorrências antes e vestindo roupas comuns. Desta vez, só aconteceu de eu estar de vestido de noiva”, brinca a médica.

“Muitas pessoas têm usado a palavra ‘heroína’, mas eu não acho que o que fiz foi heroico. Fiz apenas o que qualquer médico faria”, disse à emissora.

Fonte: Folha de S. Paulo

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,640,029SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Após morte de melhor amigo, garoto de 12 anos arrecada R$ 10 mil para pagar funeral

Quando Kaleb Klakulak começou a segunda série em Warren, Michigan (EUA), ele era o garoto novo da escola. Seus pais tinham acabado de se...

Jovem empurra cadeira de rodas elétrica de senhora após a bateria ‘morrer’

A mulher ficou parada na rua por 45 minutos, antes do jovem boxeador se aproximar dela e oferecer ajuda.

Ex-cortadora de cana cria marca milionária de semijoias

A Sabrina Nunes começou a trabalhar aos 14 anos, foi cortadora de cana e, hoje, é dona de uma marca milionária de semijoias, que já faturou mais de R$ 6 milhões.

Estudo sugere que lembranças boas ajudam a combater doenças como depressão e ansiedade

Pensar nas lembranças boas da vida é um poderoso antídoto para doenças como a depressão e ansiedade, sugere um estudo de pesquisadores da Universidade de Liverpool.

ONG ajuda jovens deficientes e sem condições financeiras a mudarem suas vidas através do surf

A ONG, a Kind Surf: To Bring Happiness (Em tradução livre: Surf Gentil: Para Trazer Felicidade), é uma organização que ajuda crianças desfavorecidas na...

Instagram