‘Parasita’ é o 1º filme não falado em inglês a vencer o Oscar de melhor filme

Parasita fez história no Oscar 2020. É o primeiro longa não falado em inglês a vencer o prêmio de Melhor Filme. A produção sul-coreana ainda venceu nas categorias de Melhor Roteiro Original, Melhor Direção e Melhor Filme Internacional.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Sem dar muito spoiler, o filme conta a história de uma família em dificuldades que se infiltra na vida de uma família rica em busca de ascensão social.

Mas a noite não foi só de surpresas: Joaquin Phoenix venceu o prêmio de Melhor Ator pelo seu papel em Coringa, confirmando a expectativa de muita gente. É a sua primeira estatueta após 4 indicações.

cena filme Parasita
Parasita conquistou 4 estatuetas no Oscar 2020: Melhor Filme, Melhor Roteiro Original, Melhor Direção e Melhor Filme Internacional. Foto: Divulgação

Destaque também para Hair Love, animação que conta a história de um pai afro-americano que tenta arrumar o cabelo crespo da filha (Assista aqui). Trazendo mais representatividade ao Oscar 2020, Hair Love conquistou a estatueta de Melhor animação em curta-metragem.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Confira os outros vencedores do Oscar 2020:

#Melhor ator coadjuvante

Brad Pitt. Pelo papel no longa Era uma Vez em… Hollywood, de Quentin Tarantino, onde interpreta o dublê Cliff Booth.

#Melhor animação

Toy Story 4.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

#Melhor roteiro adaptado

Jojo Rabbit. Inspirado no livro Caging Skies, de Christine Leunens, o filme de Taika Waititi conta a história de um garoto judeu que tem Hitler como seu amigo imaginário.

#Melhor curta-metragem

The Neighbor’s Window. Escrito e dirigido por Marshall Cury, o curta narra a história de um casal que tem três filhos e precisa conciliar a vida profissional com a vida pessoal.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

#Melhor design de produção

Era uma Vez em… Hollywood. O filme de Tarantino disputou a categoria com 1917, O Irlandês, Jojo Rabbit e Parasita. Recebeu a estatueta por melhor design de produção e decoração no set de filmagem. Duas mulheres foram premiadas: Barbara Ling e Nancy Haigh.

#Melhor figurino

Adoráveis Mulheres. O filme de Greta Gerwig, que retoma a história escrita por Louisa May Alcott, ganhou a estatueta de melhor figurino. É a segunda estatueta de Jaqueline Durran na categoria. Ela também ganhou em 2013, pelos figurinos do filme Anna Karenina.

#Melhor documentário

Indústria Americana. O documentário de Steven Bognar e Julia Reichert mostra os conflitos entre a cultura americana e chinesa durante a abertura de uma fábrica em Ohio (EUA). Democracia em Vertigem, da diretora brasileira Petra Costa, concorreu na categoria.

#Melhor documentário em curta-metragem

Learning to Skateboard in a Warzone (If You’re a Girl). Dirigido por Carol Dysinger, o curta mostra meninas afegãs aprendendo a andar de skate em uma zona de guerra.

#Melhor atriz coadjuvante

Laura Dern. Interpretando Nora Fanshaw no filme História de um Casamento. Ela também recebeu o prêmio de atriz coadjuvante em eventos como o Globo de Ouro.

#Melhor edição de som

Ford v Ferrari. A primeira estatueta do longa de James Mangold foi para as mãos de Donald Sylvester.

#Melhor mixagem de som

1917. Mark Taylor e Stuart Wilson, responsáveis pela edição de som, receberam as primeiras estatuetas da noite.

#Melhor montagem

Ford v Ferrari. O segundo prêmio da noite foi para Ford v Ferrari. Michael McCusker e Andrew Buckland receberam a estatueta.

#Melhor fotografia

1917. O diretor de fotografia Roger Deakins recebeu a segunda estatueta por 1917, a segunda dele na história do Oscar. Em 2018, recebeu por Blade Runner 2049.

#Melhores efeitos visuais

1917. Guillaume Rocheron, Greg Butler e Dominic Tuohy conquistaram o terceiro prêmio por 1917.

#Cabelo e maquiagem

O Escândalo. O longa conta histórias de assédio contra Roger Ailes, ex-chefe do canal Fox News. Anne Morgan e Vivian Baker receberam a estatueta pela maquiagem do filme.

#Melhor trilha sonora original

Coringa. Hildur Guðnadóttir, musicista responsável pela trilha de Coringa, recebeu a estatueta de melhor trilha sonora original.

#Melhor canção original

“(I’m Gonna) Love Me Again” – Rocketman. A cinebiografia musical de Elton John recebeu a estatueta de melhor canção original. O próprio John subiu ao palco para receber o prêmio.

#Melhor atriz

Renée Zellweger. É a segunda estatueta da atriz na categoria, desta vez, pelo papel de Judy Garland, estrela de O Mágico de Oz, no filme Judy.

E aí, o que achou dos vencedores do Oscar 2020? Qual dos filmes premiados você já viu ou está querendo assistir? Comenta aí!

[Nota da Redação]

A cada bebê que traz ao mundo, o médico Calixto Hueb presenteia a mãe com uma arvorezinha para que a criança cresça com ela. É um primeiro presente à família do recém-nascido e também uma contribuição valiosa do médico para a preservação do meio ambiente. Vem conhecer mais essa história, dá play no vídeo abaixo:

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: Omelete

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,635,437SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Garotinho com paralisia cerebral anda pela primeira para abraçar seu pai após meses sem vê-lo

Os médicos disseram que esse garotinho nunca andaria e o motivo é a sua paralisia cerebral. Ele realmente teve os movimentos limitados por muito tempo....

Moana: Nova princesa da Disney não tem par romântico e quer salvar o mundo

A Disney sabe como ninguém encantar gerações de pessoas com suas histórias sempre muito envolventes e conectadas ao seu tempo. Se antes as princesas só...

Avô constrói casinha na árvore para neta com direito a registro em ‘cartório’

Eu sempre quis quando era pequeno e aposto que você também sonhava ter uma casinha na árvore na infância. Se você foi uma criança...

Pais fazem engenhoca para filha com atrofia muscular poder andar de skate

Iris Oliveira, de 11 anos, filha da artista plástica Aline Giuliani e do skatista profissional Ricardo Porva, tem atrofia muscular espinhal (AME). A condição de Iris foi descoberta...

Cidade do Amazonas é referência em sustentabilidade no cultivo de guaraná

O Brasil é um território muito rico e fértil em recursos naturais. A terra ainda é o sustento de várias pessoas e uma das...

Instagram