Pedreiro devolve fantasia do “Homem de Ferro” roubada e ganha recompensa

Clique e ouça:

O pedreiro Walter dos Santos Motta fez a alegria do filho dele, de 6 anos, quando chegou em casa vestido com uma fantasia do “Homem de Ferro” – afinal, qual criança não ficaria, ainda mais se pessoa por trás da fantasia for o próprio pai.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Gugu, como é conhecido, encontrou a roupa em baixo de uma ponte, no início do mês, enquanto procurava ferro velho. O local fica a poucos metros da sede da Polícia Federal em São Torquato, Vila Velha-ES.

Na semana passada, um amigo de Gugu foi até a sua casa e se lembrou de ter lido no noticiário a história do roubo de uma roupa do Homem de Ferro. Na mesma hora, o pedreiro decidiu que devolveria a fantasia para o verdadeiro dono.

Pedreiro devolve fantasia do “Homem de Ferro” roubada e ganha recompensa 1

O pedreiro descobriu que a roupa pertencia ao funcionário público federal Wellington Pereira. Ele usa a roupa para alegrar crianças internadas em hospitais da região.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Jamais passou pela cabeça de Gugu que ele receberia uma recompensa de R$ 500 apenas por devolver a fantasia. Mas, em tempos em que ser honesto parece ser algo raro, Wellington fez questão de recompensar o pedreiro. O dinheiro veio em uma boa hora.

R$ 500 para minha família faz muita diferença. Quanto a situação fica difícil, eu cato ferro-velho, lavo carro, capino terreno. Com três filhos e minha esposa, grávida, não espero pela sorte, então, faço de tudo”, disse Gugu ao Gazeta Online.

Pedreiro devolve fantasia do “Homem de Ferro” roubada e ganha recompensa 2

Wellington também não esconde o sorriso no rosto. Com a fantasia em mãos, ele poderá continuar seu trabalho voluntário com crianças doentes. “Achei que ela tivesse sido queimada, jogada fora ou triturada pelo caminhão de lixo. Os bandidos devem ter visto que não tinha valor e se desfizeram. O valor dela para mim é o sentimental”, conta.

A fantasia do Homem de Ferro foi feita pelo artista plástico Gildo Alfaia, natural do Amazonas, mas que atualmente mora no Espírito Santo, onde trabalha como carnavalesco. A peça custou algo em torno de R$ 1,2 mil.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fotos: Edson Chagas/Gazeta Online 

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,093,420FãsCurtir
2,678,824SeguidoresSeguir
22,368SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Após ser humilhada por doar “bolo pequeno demais”, confeiteira recebe apoio de internautas

A Cida é muito querida no bairro em que mora por sempre fazer lindos trabalhos com as crianças. Abalada, ela recebeu muito carinho de amigos e desconhecidos.

Ação distribui moletons para moradores em situação de rua e seus cães (SP)

Com a chegada da frente fria em São Paulo, os moradores em situação de rua, assim como os animais, são os mais prejudicados sofrendo...

Como uma campanha publicitária reduziu 85% da taxa de suicídios na Coréia do Sul

A Coreia do Sul carrega um título infeliz, é o país com a maior taxa de suicídio da OCDE. O local escolhido pelos suicidas na maioria...

Bebê que nasceu sem a metade esquerda do coração ganha oportunidade de viver

O pequeno Charlie Douthwaite se tornou o paciente mais jovem na lista de espera para transplantes do Reino Unido.

Jovem surpreende namorada com festa junina dentro de casa e viraliza

Já vou logo avisando, se a pessoa que você ama adora festa junina, tem que fazer igual o Vitor, hein?! haha Uma festa junina...

Instagram

Pedreiro devolve fantasia do “Homem de Ferro” roubada e ganha recompensa 4