Com menos de 1% de chance, Pedro Pimenta sobreviveu à amputação das pernas e braços e é exemplo vivo de superação; assista

Já pensou em ouvir do seu médico que você tem menos de 1% de chance de sobreviver a uma cirurgia de alto risco? Pedro Pimenta, escritor, palestrante e empresário, ouviu. O preço da sobrevivência foi a amputação das pernas e braços. Mas limite é palavra desconhecida para Pedro: exemplo vivo de superação. E essa é a história que vamos te contar – para te inspirar!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Em 2009, Pedro descobriu que tinha contraído uma meningite bacteriana ao acordar de um coma de seis dias após passar mal. Depois de um mês internado, pegou uma infecção hospitalar e os médicos decidiram amputar suas pernas e braços. A adaptação a uma nova realidade exigiria doses extras de resiliência. Não foi fácil.

“Dava muito medo pensar que eu ia viver num mundo que não é feito pra quem não tem parte dos braços e das pernas. Foi um alívio eu ter a alta. Mas ao mesmo tempo deu uma insegurança muito grande. Porque no hospital a gente tinha um ambiente controlado e agora eu teria que enfrentar o mundo”, lembra Pedro.

pedro pimenta se olha em espelho na sua clínica para recuperação de amputados
Pedro Pimenta recebeu o Studio Pollen, produtora de audiovisual do Razões, na sua clínica, em São Paulo. Foto: @studio_pollen

Ao pesquisar como seria a sua vida dali pra frente, as respostas foram nada animadoras. Disseram coisas como, “se o Pedro der dez, vinte passos sem uma cadeira de rodas, já vai ser o recorde mundial”, e que ele precisaria ser acompanhado por um cuidador pelo resto dos seus dias. Porém, Pedro não abaixou a cabeça, pensou: “Dizem que eu vou conseguir dar dez, vinte passos. Por que eu não consigo dar cem, duzentos?'”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Você pode mudar a história do pequeno Arthur, bebê que possui ossos de vidro e precisa de tratamento. Faça sua doação agora!

Foi então que surgiu a oportunidade de fazer a sua reabilitação em uma clínica nos Estados Unidos, especializada nesse tipo de amputação. Quando chegou lá, Pedro encontrou veteranos de guerra que também tinham amputado ambas as pernas abaixo do joelho. Não seria qualquer recuperação, mas inspirada em treinamentos militares: dureza mesmo, tanto que um dos militares que Pedro conheceu desistiu. Pedro, ao contrário, se entregou por inteiro e o resultado? Voltou ao Brasil empurrando sua cadeira de rodas! 🌟

pedro pimenta sentado em escritório digitando em notebook com ajuda de próteses
“Vivo uma vida 100% independente através do uso de próteses”. Foto: @studio_pollen

De volta ao país, Pedro, que àquela altura estava trabalhando para a empresa responsável pela sua reabilitação, decidiu que seria muito mais útil se ficasse por aqui. Ficou e realizou o sonho de ter a própria clínica focada na recuperação de amputados, em São Paulo.

“Eu venho pro trabalho feliz da vida porque é como se eu visse o Razões todos os dias.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Abaixo, confira a entrevista completa de Pedro para o Razões:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Razões Para Acreditar (@razoesparaacreditar)

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fotos de capa: Reprodução/Instagram @pedropimentalife

Com menos de 1% de chance, Pedro Pimenta sobreviveu à amputação das pernas e braços e é exemplo vivo de superação; assista 2

Modelo baiano que vendia salgadinhos para ajudar a mãe é o novo rosto da Hugo Boss

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Com menos de 1% de chance, Pedro Pimenta sobreviveu à amputação das pernas e braços e é exemplo vivo de superação; assista 3

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,971,659SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Menina de 10 anos faz campanha contra o excesso de plástico no País de Gales

A pequena Skye Neville, de 10 anos, atraiu a atenção de políticos e ativistas ambientais por ser a grande criadora de uma campanha que...

Adolescente com doença rara que deixa sua pele em carne viva recebe ajuda dos internautas

Cidinho, de 16 anos, nasceu com uma doença de pele rara e sem cura, chamada epidermólise bolhosa, que causa bolhas em todo corpo, e...

Capoeira realiza o sonho da primeira festa de aniversário da vida do filho Darlei

Foi lindo, foi intenso e certamente será inesquecível, para Capoeira, Darlei, os convidados e todos aqueles que tornaram esse momento possível!

Com venda de tampinhas plásticas, alunos constroem moderno laboratório de ciências (RS)

Dois anos atrás, contamos que os alunos da Escola Municipal Francisco Frömming, em São Lourenço do Sul (RS), estavam arrecadando tampinhas plásticas que seriam...

Instagram

Com menos de 1% de chance, Pedro Pimenta sobreviveu à amputação das pernas e braços e é exemplo vivo de superação; assista 4