E se fosse no Brasil? Banquinha de suculentas sem atendente estimula honestidade no interior de SP

“Sempre nos perguntam, ‘tem roubos?’. E respondemos, ‘mais pessoas honestas do que roubo’”.

No Brasil isso? Sim, em Serra Negra (SP), e quem garante é a Patrícia Lopes Maximiano, dona do Pegue e Pague Suculentas, no terceiro episódio da websérie E se fosse no Brasil?.

Junto à Stone, viajamos o Brasil em busca de negócios que muitos de nós acreditam não dar certo por estas bandas – e dão!

Funciona assim: o cliente escolhe a plantinha que deseja levar para casa e coloca o dinheiro no caixa, ou faz um Pix. Sem atendente, mas apostando na honestidade da clientela.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A única opção possível

Patrícia começou o negócio depois de se mudar do Paraná para a casa dos pais, em 2019.
Ela precisava ter uma fonte de renda, mas ao mesmo tempo não queria ficar longe dos filhos pequenos, principalmente, do bebê de oito meses.

“Quando eu comecei, tinha três filhos. Uma vida bem corrida. Foi aí que surgiu a ideia, uma banquinha sem atendentes. Nós acreditamos que as pessoas são honestas”, conta.

potes de suculentas sobre mesa de madeira
Uma variedade de suculentas para todos os gostos. Foto: reprodução/Instagram @pegueepaguesuculentas

potes de suculentas sobre mesa de madeira
Foto: reprodução/Instagram @pegueepaguesuculentas

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Parceiras na vida e no trabalho

Patrícia herdou a paixão pelas flores da mãe, a dona Sueli, que tomou a frente do negócio, depois que Patrícia precisou se mudar para outra casa neste ano.

“Com essa mudança, minha mãe ficou mais próxima da banquinha. Ela ama flor desde pequena. Conversa com as flores, dá mimo para elas”, conta a empreendedora.

O negócio deu tão certo que vira e mexe Patrícia e Sueli se perguntam por que não começaram antes, sabe? 😊

slefie de mãe e filha à noite
Patrícia e Sueli. Foto: reprodução/Instagram @pegueepaguesuculentas

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Muitas das vezes parece até um sonho. Estávamos numa situação totalmente oposta, sem expectativa nenhuma. Foi uma reviravolta, né?”, diz.

E se você é daqueles que desejam ter o próprio negócio, mas acha que não tem os recursos necessários para tirar a ideia do papel, pelo exemplo, Patrícia e Sueli provam que o mínimo já é o suficiente.

“É tudo muito simples, não temos estufa e nem vitrine. Nós temos um cantinho que a gente chama de banquinha”, declara Patrícia.

É tudo o que vocês têm, mas nós amamos cada detalhe, Patrícia!

Vem saber mais dando play:

E você, tem ou conhece algum negócio para colocar no mapa do ESFNB? Envie para [email protected]. Conheça outros exemplos de negócios que dão certo na nossa terrinha: www.razoesparaacreditar.com/esefossenobr 

Relacionados

E se fosse no Brasil? Com café compartilhado, cafeteria goiana promove generosidade

Você pensou Europa? Estados Unidos, talvez? Pois é no centro-oeste que encontramos uma cafeteria que pratica o café compartilhado. Você toma um cafezinho pago por...

E se fosse no Brasil? Máquina permite trocar materiais recicláveis por desconto na conta de luz e créditos no metrô

No quarto episódio da websérie E se fosse no Brasil?, conhecemos a Retorna Machine. Junto à Stone, viajamos o Brasil em busca de negócios que...

+ DO CANAL

E se fosse no Brasil? Com café compartilhado, cafeteria goiana promove generosidade

Você pensou Europa? Estados Unidos, talvez? Pois é no centro-oeste que encontramos uma cafeteria que pratica o café compartilhado. Você toma um cafezinho pago por...

E se fosse no Brasil? Barraca sem atendente em sítio no PR encanta moradores e turistas

Geleia, mel, pimenta, pães, torradas e outros produtos frescos. É só escolher e deixar o dinheiro no caixa da barraquinha que fica bem na...

E se fosse no Brasil? Máquina permite trocar materiais recicláveis por desconto na conta de luz e créditos no metrô

No quarto episódio da websérie E se fosse no Brasil?, conhecemos a Retorna Machine. Junto à Stone, viajamos o Brasil em busca de negócios que...

E se fosse no Brasil? Fotógrafa permite a clientes pagar ensaios com o valor que elas podem

O segundo episódio da websérie E se fosse no Brasil? já está no ar! Se você chegou agora, junto à Stone, viajamos o Brasil em...

Razões na Times Square! Junto com Stone, levamos a websérie E se fosse no Brasil? para a esquina do mundo

A ficha ainda vai demorar para cair, mas a notícia é essa, minha gente! 😍 Razões Para Acreditar e Stone estão na Times Square, em...

Instagram