Pesquisa mostra que 43 milhões de britânicos praticaram atos de bondade durante pandemia

Clique e ouça:

Sabe aquela frase “Ninguém solta a mão de ninguém”? Então, uma pesquisa feita pela Cruz Vermelha mostrou que 7 em cada 10 pessoas que moram no Reino Unido praticaram algum ato de gentileza e ajuda ao próximo desde o início da pandemia no país.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Em outras palavras, 43 milhões de britânicos se engajaram em ações de solidariedade, seja doando recursos a famílias ou instituições em necessidade ou se voluntariando em ações sociais.

Para exaltar esse número incrível de pessoas, a Cruz Vermelha reservou um enorme e icônico outdoor na região de West End, em Londres, para agradecer todos os atos de generosidade.

pesquisa mostra solidariedade entre povo britânico
“A bondade nos manterá unidos”, diz o outdoor. Foto: Matt Crossick

Apoie um trabalhador autônomo nessa crise e faça sua doação no Mercado Solidário. Clique aqui para contribuir!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O mesmo outdoor, conhecido como Piccadilly Circus, foi doado para caridade e estava servindo como um espaço para pedir doações.

Além da pesquisa ser um ótimo exemplo de como a pandemia de Covid-19 uniu o povo britânico, ela também demonstrou como o povo está se voluntariando mais do que nunca: só a Cruz Vermelha recebeu 80 mil pedidos de inscrição em apenas dois meses.

Esses voluntários atendem comunidades carentes e distribuem toneladas de comida e outros insumos a milhares de famílias desempregadas todos os dias, além de ajudar idosos a fazerem compras, enviar cartas para o correio ou até ajudar na limpeza das ruas. O voluntariado não para!

pesquisa mostra solidariedade entre povo britânico
Foto: Matt Crossick

O Razões tem seu próprio podcast para espalhar boas notícias, ouça os episódios na sua plataforma favorita clicando aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Sou voluntário sempre que posso – noites, fins de semana e madrugadas”, explica Emmaunuel Cudjoe, que entrega comida e medicamentos em casas de refugiados na região de Hackney.

“Não faz sentido esperar o Covid-19 passar e pensar ‘ah, eu poderia ter feito mais’ quando é tarde demais. Há pessoas por aí que estão realmente precisando – me disseram que muitos não podem conseguem ter acesso a suprimentos básicos necessários para permanecerem vivos e isso é absolutamente devastador. É importante nos unirmos para mostrar bondade, porque vi como pequenas ações podem causar um grande impacto na vida de tantas pessoas”, disse o rapaz, que ajuda a Cruz Vermelha.

pesquisa mostra solidariedade entre povo britânico
Pesquisa da Cruz Vermelha descobriu que 7 em cada 10 britânicos se envolveram em ações de solidariedade. Foto: Matt Crossick

Canal Coronavírus: veja boas notícias, vagas home-office e como ajudar pequenos negócios clicando aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Este é o momento em que as ações, por menores que sejam, são capazes de fazer uma enorme diferença na vida de outras pessoas.

Embora esse vírus possa nos separar, a gentileza nos mantém juntos“, diz Zoë Abrams, diretora executiva da Cruz Vermelha Britânica. “Queremos agradecer a todas as pessoas que demonstraram gentileza durante este período difícil”.

Você pode se voluntariar ou fazer uma doação para a Cruz Vermelha aqui no Brasil clicando aqui.

Compartilhe o post com seus amigos!

Fonte: Good News Shared

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,026,603FãsCurtir
2,191,217SeguidoresSeguir
11,993SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Brasileira voluntária da 2ª Guerra Mundial é hoje voluntária na luta contra o Coronavírus

A dona Blandina era adolescente quando confeccionou luvas para os soldados brasileiros da FEB (Força Expedicionária Brasileira) que lutaram na 2ª Guerra Mundial. Lá se...

Jovens antecipam casamento após saber que um deles tem apenas 5 meses de vida

Se você, assim como eu, se acabou de chorar vendo "Um amor para recordar" lá em 2002, se prepare: essa história é real, e...

Policiais unem-se a manifestantes em ato contra racismo e violência, nos EUA

É preciso tomar muito cuidado com generalizações, afinal, a profissão e a raça de uma pessoa não podem a definir. E para provar isso, diversos...

Engenheiro cria próteses gratuitas para pessoas carentes em impressora 3D

Aos 24 anos, o engenheiro industrial Guillermo Martinez decidiu usar todo seu conhecimento e criatividade em prol das pessoas carentes. Depois de comprar uma...

Pela primeira vez o Solstício de verão de Stonehenge será transmitido online

Pela primeira vez na história poderemos acompanhar o solstício de verão de Stonehenge online, o evento marca o dia mais longo do ano e...

Instagram