Pesquisa descobre como eliminar HIV do corpo e abre caminho para a cura

Um dos grandes obstáculos para a eliminação completa do vírus da imunodeficiência humana (HIV) no organismo das pessoas infectadas é que ele consegue “fugir” do sistema imunológico, se escondendo nas células infectadas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Na quarta-feira passada (22), duas descobertas publicadas pela renomada revista científica Nature trouxeram um pouco de esperança para a mudança desse cenário.

Pesquisadores e cientistas da Universidade da Carolina da Norte e da Universidade Emory descobriram formas de reativar o chamado ‘vírus latente’, tornando-o vulnerável e passível de ser eliminado do sistema imunológico.

Pesquisa descobre como eliminar HIV do corpo
Foto: Thinkstock

Os indivíduos infectados com o HIV atualmente recebem tratamento a partir da terapia antirretroviral, que restringe a infecção e a ‘esconde’ nas células T CD4+, impedindo a proliferação da doença.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A nova pesquisa se baseia no uso de medicamentos que invertem essa tendência e podem aumentar a carga do gene viral, tornando as células virais vulneráveis ​​à eliminação pelo sistema imunológico.

Testes preliminares foram realizados com sucesso em camundongos e macacos que receberam terapia antirretroviral. No primeiro estudo, foi usado um medicamento chamado AZD5582, criado de início para tratar o câncer, que é capaz de ativar o vírus HIV latente.

No segundo estudo, uma abordagem diferente foi implementada, combinando duas intervenções imunológicas. A equipe injetou um anticorpo para limpar as células T CD8 +, importantes para controlar a infecção.

Pesquisa descobre como eliminar HIV do corpo
Foto: ClaudioVentrella/istock

Após isso, aplicaram uma versão alterada da citocina IL-15 para mostrar que essa combinação fez com que o RNA viral aparecesse no sangue e nos tecidos onde anteriormente não havia sido detectado.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Esta é uma conquista científica emocionante, e esperamos que seja um passo importante para um dia erradicar o vírus em pessoas vivendo com HIV”, disse Ann Chahroudi, uma das pesquisadoras da Universidade de Emory.

O próximo passo é tentar replicar os resultados bem-sucedidos nos seres humanos. De todo modo, essas pesquisas representam um importante avanço no conhecimento sobre o HIV e as formas como o vírus pode ser eliminado.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: R7

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

Relacionados

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

995,855FãsCurtir
1,929,288SeguidoresSeguir
9,418SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Saiba como preparar solução diluída de água sanitária que mata o coronavírus

A diluição de uma pequena quantidade de água sanitária em água potável elimina o novo coronavírus (Covid-19) de qualquer superfície contaminada. Quem explica é Jorge...

Magazine Luiza doa 1.000 colchões e travesseiros para moradores de rua em Belém (PA)

Desde o último sábado (21), o Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, passou a receber centenas de pessoas em situação de rua da Região Metropolitana...

Após ver família comendo restos do lixo, homem abre restaurante para servir pessoas carentes

O dono de um restaurante em Vila Velha (ES) abriu seu estabelecimento para atender gratuitamente pessoas em situação de rua durante a pandemia de...

Idoso de 80 anos constrói trenzinho para cães que resgatou das ruas

Um idoso de 80 anos passa seu tempo livre operando o que provavelmente pode ser o trem mais divertido do mundo! O senhor Eugene Bostick...

Angelina Jolie doa R$ 5 milhões para manter merenda de alunos durante quarentena

A atriz Angelina Jolie, 44 anos, doou US$ 1 milhão (R$ 5,2 milhões) para manter a distribuição de merendas escolares para crianças de baixa...

Instagram