Pesquisadores desenvolvem anticorpo que neutraliza Covid-19 e suas variantes

Enquanto existir Ciência, haverá esperança na batalha contra a Covid-19. Além da vacina, o espírito de que sairemos desta espiral de vidas perdidas é reforçado pelo tratamento desenvolvido por cientistas capaz de neutralizar o vírus após a infecção e sua mutação.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Publicada na prestigiada revista Nature, na última quinta-feira (25), a descoberta é resultado de esforços de um consórcio internacional de cientistas que conta com a participação do Instituto Karolinska, na Suécia.

Em laboratório, os pesquisadores criaram um anticorpo biespecífico, por meio da fusão de dois anticorpos naturais – coletados de pacientes recuperados da Covid-19 – e aplicaram a molécula artificial em camundongos.

Uma única injeção do anticorpo apresentou resultados animadores: reduziu a carga viral nos pulmões dos animais e abrandou a inflamação causada pelo novo coronavírus. Além disso, neutralizou as versões originais do Sars-CoV-2 e algumas variantes, como a do Reino Unido. Impediu, ainda, que o vírus mudasse sua estrutura para escapar da terapia.

cientista manuseia frasco anticorpos covid-19
Foto: @cdc/Unsplash

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Diferentemente dos anticorpos naturais, explicam os cientistas, o anticorpo biespecífico “impede a ligação S detectável à enzima de Conversão da Angiotensina 2 (ACE2), o receptor celular do vírus. Além disso, neutraliza o Sars-CoV-2 e suas variantes de preocupação, bem como os mutantes de escape gerados pelos monoclonais parentais”.

A abordagem já é utilizada para combater alguns tipos de câncer, porém, esse é o primeiro anticorpo biespecífico humano desenvolvido contra a doença. Ele resolve dois problemas da imunoterapia baseada em anticorpos, como a Regeneron, utilizada pelo ex-presidente norte-americano Donald Trump, que são: a incapacidade de agir contra variantes circulantes e de evitar a formação de novas variantes.

Em muitos países, a vacinação avança a passos lentos, portanto, tratamentos eficazes contra a doença, complementares à vacina, são bem-vindos!

Fontes: Metrópoles e Veja


Já viu o primeiro episódio do ‘Razões na África’? Dá o play!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,637,823SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Estudante com paralisia cerebral revela talento na escrita: tudo começou com um celular

Professores e alunos da EMEF Franscisco Meirelles, de São Paulo, se mobilizaram para comprar um tablet para o estudante Marcos Gabriel Rocha, 18 anos. Essa...

[VÍDEO] Foca amigável pula nas pranchas de esportistas e se sente em casa

Quem já visitou algum parque ecológico sabe que por todos os cantos há avisos pedindo para evitar tocar e interagir mais de perto com...

Festival das luzes no Nepal dedica um dia especialmente para celebrar a vida dos cachorros

Milhões de pessoas se reunem todo ano no outono do hemisfério norte para celebrar o festival hindu Diwali, mais conhecido como Festival das Luzes. Período esse para...

Marília Mendonça se emociona ao visitar fã idoso em asilo

Um idoso de 74 anos que não tem família e mora em um asilo no município de Americana, no interior paulista, recebeu a ilustre...

Invenção simples e barata salva a vida de mais de 150 mil prematuros

Conheça o Embrace, uma bolsa que, com princípios extremamente básicos da Física, consegue manter aquecido o prematuro, invenção essa que salvou a vida de mais...

Instagram