Pesquisadores desenvolvem anticorpo que neutraliza Covid-19 e suas variantes

Enquanto existir Ciência, haverá esperança na batalha contra a Covid-19. Além da vacina, o espírito de que sairemos desta espiral de vidas perdidas é reforçado pelo tratamento desenvolvido por cientistas capaz de neutralizar o vírus após a infecção e sua mutação.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Publicada na prestigiada revista Nature, na última quinta-feira (25), a descoberta é resultado de esforços de um consórcio internacional de cientistas que conta com a participação do Instituto Karolinska, na Suécia.

Em laboratório, os pesquisadores criaram um anticorpo biespecífico, por meio da fusão de dois anticorpos naturais – coletados de pacientes recuperados da Covid-19 – e aplicaram a molécula artificial em camundongos.

Uma única injeção do anticorpo apresentou resultados animadores: reduziu a carga viral nos pulmões dos animais e abrandou a inflamação causada pelo novo coronavírus. Além disso, neutralizou as versões originais do Sars-CoV-2 e algumas variantes, como a do Reino Unido. Impediu, ainda, que o vírus mudasse sua estrutura para escapar da terapia.

cientista manuseia frasco anticorpos covid-19
Foto: @cdc/Unsplash

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Diferentemente dos anticorpos naturais, explicam os cientistas, o anticorpo biespecífico “impede a ligação S detectável à enzima de Conversão da Angiotensina 2 (ACE2), o receptor celular do vírus. Além disso, neutraliza o Sars-CoV-2 e suas variantes de preocupação, bem como os mutantes de escape gerados pelos monoclonais parentais”.

A abordagem já é utilizada para combater alguns tipos de câncer, porém, esse é o primeiro anticorpo biespecífico humano desenvolvido contra a doença. Ele resolve dois problemas da imunoterapia baseada em anticorpos, como a Regeneron, utilizada pelo ex-presidente norte-americano Donald Trump, que são: a incapacidade de agir contra variantes circulantes e de evitar a formação de novas variantes.

Em muitos países, a vacinação avança a passos lentos, portanto, tratamentos eficazes contra a doença, complementares à vacina, são bem-vindos!

Fontes: Metrópoles e Veja


Já viu o primeiro episódio do ‘Razões na África’? Dá o play!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,839,934SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Professor usa lixo eletrônico para ensinar alunos conceitos de robótica e reciclagem

Num laboratório improvisado, o professor de matemática ensina aos seus alunos conceitos fundamentais de robótica e reciclagem usando lixo eletrônico.

Homem raspa cabelo da namorada com alopecia, depois o seu também e ela não aguenta a emoção

Quando a gente escuta que amar não tem limites, a gente fala de gestos como o de Damien! Ele namora Eva Barilaro e, recentemente, os...

Senhora de 80 anos arrasa no Britain’s Got Talent!

Esse vídeo mostra uma senhora de 80 anos, Janey Cutler, sete filhos, treze netos e quatro bisnetos, que se apresentou no Britain's Talent em...

Animais abandonados abrem portas da ressocialização para presos do regime semiaberto

Um projeto pioneiro tem ajudado de uma vez só na ressocialização de detentos do regime semiaberto de Taubaté (SP) e nos cuidados de animais...

Mãe escreve carta emocionante para loja que deixou seu filho vestir “roupas para meninas”

Charlie, de 10 anos, nasceu menino, mas a mãe, Martie Sirois, conta que desde pequeno ele não se identifica com o gênero. Quando tinha...

Instagram