Pesquisadores do Paraná criam membrana capaz de desenvolver pele e ossos

Clique e ouça:

O futuro da medicina está cada vez mais próximo do presente. No Paraná, pesquisadores da Universidade Estadual de Londrina criaram uma membrana que é capaz de desenvolver tecidos de pele, ossos e cartilagem.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Os pesquisadores criaram uma estrutura em plástico biodegradável na qual as células animais se desenvolvem e reproduzem no formato da estrutura biológica desejada.

Ou seja, eles formataram uma membrana que pode ser desenhada em qualquer formato na qual as células vivem e se reproduzem. Essa membrana é formada a partir de celulose, portanto, de matéria natural, e utiliza pouco processamento químico para que o impacto ambiental e biológico seja o menor possível.

Membrana desenvolvida por pesquisadores que desenvolve pele e ossos
A membrana criada pelos pesquisadores é capaz de desenvolver tecidos de pele, ossos e cartilagem. Foto: Agência UEL

Como teste, os desenvolvedores do projeto fizeram uma orelha em impressora 3D e aplicaram as células, que formaram uma orelha animal. Os estudos estão sendo realizados provisoriamente com células de ratos e os resultados foram positivos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Em breve, os estudiosos acreditam que será possível utilizar as células dos pacientes humanos para recuperar partes de seu corpo, como pele, ossos e cartilagem.

Leita também:

O trabalho é desenvolvido por professores e estudantes do Departamento de Bioquímica e Biotecnologia do Centro de Ciências Exatas da UEL e coordenado pelo professor Cesar Tischer.

Pesquisadores em laboratório que criaram membrana capaz de desenvolver pele e ossos
Foto: Agência UEL

A ideia é que futuramente essa mesma tecnologia seja utilizada para desenvolver órgãos como fígado, pâncreas e coração.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Os resultados projetados são muito positivos. Temos muito a oferecer com esses estudos, principalmente no quesito transplante porque diminui o risco de rejeição do paciente, uma vez que o órgão seria criado a partir das células do próprio paciente”, disse Cesar.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

conteúdo original

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,058,357FãsCurtir
2,191,217SeguidoresSeguir
18,499SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem com deficiência cria lindas caminhas para cães e gatos, mãe pede apoio, e ele vende tudo!

O garoto Elías tem uma deficiência, mas quem diz que ela o impede de fazer caminhas para cães e gatos que são a coisa...

Adolescente recusa oferta de R$ 46 milhões por site sobre Covid-19

O que você faz quando tem 17 anos? Pensa em estudar, curtir a balada, se divertir. Mas, não o Avi Schiffmann. Ele construiu um...

Cliente reclama da camisa de atendente e restaurante faz uma igual para todos os funcionários

O restaurante The Chowder House recebeu um review negativo no Facebook somente por causa da camisa de um de seus atendentes. E sabe o...

Repórter adota cãozinho que não parava de abraçá-lo durante reportagem

Esse doguinho literalmente escolheu seu novo tutor! Geralmente é o contrário, né, não para esse Caramelo, que deu um abraço dengoso no repórter e...

Ator Ary Fontoura conquista a web com posts de receitas, exercícios e jogando videogame!

De um jeito muito despojado, o ator Ary Fontoura, 87 anos, se torna um fenômeno nas redes sociais. ele já ultrapassa o primeiro milhão...

Instagram

Pesquisadores do Paraná criam membrana capaz de desenvolver pele e ossos 14