Pesquisas afirmam que pessoas boas transam mais

A ciência mostra que o velho provérbio de que caras bonzinhos chegam por último não vale nada. Na verdade, é justamente o contrário que acontece. Pesquisas recentes mostram que pessoas altruístas tem mais parceiros sexuais do que os tipos trouxas que geralmente ganham programas de TV de namoro. A verdade é mais parecida com um filme de comédia romântica, onde as nossas características boas se sobressaem e atraem pessoas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Estudos mostram que as pessoas em geral preferem parceiros altruístas, numa sugestão de que um comportamento de cooperação seja algo que atraia parceiros. Além disso, seres humanos tendem a ser mais altruístas se acharem que podem ganhar algo com isso, em termos sexuais. Um estudo consistindo de vários jogos e brincadeiras mostrou que os participantes eram mais propensos a fazerem doações se a pessoa pedindo fosse atraente.

Então é isso, a ciência diz que achamos pessoas altruístas e prestativas mais atraentes e que estamos propensos a nos comportarmos mais altruisticamente na presença de possíveis parceiros sexuais. Mas, de acordo com os pesquisadores Steven Arnocky e Pat Barclay, essa é só parte da história. “Parece óbvio que as pessoas tendem a falar que preferem parceiros altruístas”, eles escreveram. “Acontece que preferências em geral nem sempre se traduzem em decisões reais de quem levar para a cama e queríamos saber se altruístas tem mais sucesso com parceiros. “

Poderia então ser que na verdade a gente prefere o cafajeste ou a garota má mesmo falando que não? Para descobrir isso, Arnocky e Barclay fizeram dois estudos. Em um deles, universitários receberam vários questionários para determinar seus níveis de altruísmo (com perguntas do tipo se já haviam doado sangue) e seus históricos sexuais. Ao mesmo tempo, um ‘inventário’ geral de personalidade foi mapeado de modo que os pesquisadores pudessem controlar características que afetassem a atividade sexual.

“Concluímos que as pessoas com maior grau de altruísmo eram as que tinham maior atratividade, maior número de parceiros sexuais, mais parceiros sexuais casuais, e mais sexo em relacionamentos sérios.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Arnocky e Barclay não se contentaram com essa pesquisa, dado que era possível que os participantes tivessem mentido de modo a ficarem bem na fita. “Algumas pesquisas”, disseram, “mostram homens exagerando para mais e mulheres para menos os números de parceiros sexuais que já tiveram”.

O segundo estudo deles foi, então, mais objetivo. Usando ferramentas que ajudam a detectar níveis de narcisismo e ‘respostas socialmente desejadas’ para balizar exageros, os participantes entraram num concurso tendo a chance de doar, caso ganhassem, o prímio de $100. A pesquisa mostrou que os que escolheram doar o prêmio tinham tido mais parceiros sexuais durante a vida, durante o ano anterior e mais parceiros de sexo casual também.

Parece então que realmente achamos pessoas gentis e bondosas mais atraentes. Ainda de acordo com Arnocky e Barclay, pesquisas futuras podem estudar como o altruísmo se encaixa em qualidades que nos atraem a parceiros em potencial. Seria o altruísmo mais importante do que beleza e físico, por exemplo? Também é importante levar em consideração que esses estudos foram feitos com pessoas jovens e pesquisas mais de longo-prazo poderiam realmente ilustrar os efeitos de uma vida altruísta nas nossas perspectivas sexuais.

Texto originalmente publicado no site FastCoExist e traduzido livremente por Simone Rosito. Ilustração de Mike Perry.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,092,098SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Policial que contou a adolescente sobre a morte de seus pais vai à formatura do garoto

Difícil imaginar como foi para Kazzie Portie receber a notícia de que seus pais, Riley e Emily Portie, haviam falecido após um acidente de moto, ao serem...

Cinturão com sensor reconhece objetos para deficientes visuais

O brasileiro Thiago Brito de Melo, estudante do último ano de engenharia mecatrônica no colégio Mackenzie, desenvolveu um aparelho para facilitar a vida de deficientes visuais. Trata-se...

Família da Califórnia adota menino colombiano após férias de verão

“Quer fazer parte da nossa família?”.

Por trás dessa fotografia existe uma história de amor de pai

A foto acima prova que sim. Estamos falando do amor genuíno e quase sempre incondicional: o amor de pai para filho. O homem da foto...

Série mostra crianças ao redor do mundo fazendo seu caminho para ir à escola

Existem muitas crianças no mundo, inclusive no Brasil que passam por uma série de dificuldades e até perigos para ir a escola, mas nunca...

Instagram

Pesquisas afirmam que pessoas boas transam mais 4